pmjp-promete-pavimentar-cerca-de-500-vias-com-r-70-milhoes
PMJP promete acabar buracos na cidade - Dayse Euzébio/Secom-JP

PMJP promete pavimentar cerca de 500 vias com R$ 70 milhões

Contrato com recursos liberados pelo governo federal foi assinado pelo prefeito da Capital

45
COMPARTILHE

Cerca de 500 vias de João Pessoa, que somam 154 km, terão calçamento e pavimentação orçados em R$ 70 milhões. Os recursos foram obtidos por meio de articulação da prefeitura da Capital com a bancada federal. As vias que serão atendidas e o prazo exato para que as obras estejam concluídas não foram informados. A prefeitura disse apenas que os trabalhos serão executados “nos próximos meses”.

Um contrato de R$ 70 milhões foi assinado nesta terça-feira (10) com o superintendente regional da Caixa Econômica, Marcus Vinicius Neves, durante solenidade no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM). Os deputados e senadores paraibanos destinaram R$ 140 milhões de emenda impositiva de bancada para João Pessoa. Os R$ 70 milhões, portanto, correspondem à primeira metade do valor global, visto que o Ministério do Planejamento, em função de cortes no orçamento federal, contingenciou a outra metade de tudo o que as bancadas definiram em emendas para Estados e Municípios.

Segundo o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), a prefeitura já vem realizando as operações Ação Asfalto e Tapa Buraco para recuperar as vias danificadas durante o inverno, que foi um dos mais rigorosos das últimas décadas. Apenas por meio da Ação Asfalto estão sendo recapeados mais de 22 quilômetros de vias, principalmente nos maiores corredores de transporte público da Capital. Agora, há um planejamento estabelecido para priorizar, além dos caminhos por onde circulam os ônibus, a pavimentação e calçamento das principais passagens em todos os bairros da cidade, sobretudo aquelas previstas no Orçamento Participativo, e as interligações entre bairros.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas