Início Geral

Pol?cia det?m nove suspeitos de invadir resid?ncias e obrigar ref?ns a cozinhar para bando

Um grupo suspeito de promover arrastões na zona rural da cidade de Areia, Brejo do estado, foi detido durante a ‘Operação Amparo’, que foi comandada pelas polícias Civil e Militar, nessa quinta-feira (30). Nove pessoas foram detidas, mas apenas duas ficaram presas porte ilegal de armas.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Há meses a Polícia Civil estava investigando a ação de um grupo que estaria invadindo residências, roubando objetos e ordenando às vítimas a preparar um banquete para os assaltantes. Os suspeitos alugaram uma casa, que estava servindo como base para ações criminosas.

“O grupo estaria agindo nas cidades de Remígio, Alagoa Nova, Areia e outras aqui no Brejo. Além de roubar as vítimas, os assaltantes forçavam as pessoas a cozinhar para eles e servi-los. A casa onde localizamos o pessoal foi alugada há cerca de 20 dias no conjunto do Fogo para as reuniões criminosas. Vário assaltos na localidade foram registrados depois da instalação do pessoal no conjunto”, afirmou o delegado.

Mandados de busca e apreensão foram expedidos pela justiça e cumpridos pelas autoridades policiais. De acordo com a Delegacia de Areia, foram apreendidos dentro da casa, dois revólveres calibres 32 e 38, munições de pistola 765, 38 e 32, 4 televisores, 1 colete balístico, 13 celulares de marcas diversas, 04 relógios, 01 tablet, 01 câmera fotográfica e diversas alianças.

O objetivo da Polícia Civil é José Adailton Lúcio da Costa, conhecido como ‘Bacury’, que seria o chefe da quadrilha e possui diversos mandados de prisão. “Adailton é uma pessoa extremamente perigosa. Ele tem mandados por homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e roubo. As investigações vão continuar”, falou Portela, dizendo que a população pode ajudar a prender o homem ligando para o 197 da Polícia Civil.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.