Pol?cia Federal investiga contratos entre Globo e CBF

30
COMPARTILHE

A Rede Globo está sendo investigada no esquema de pagamento de propinas que enfraqueceu as estruturas do futebol mundial e levou para a prisão sete dirigentes ligados à Fifa. Foi o que informou o colunista Ricardo Feltrin, do Grupo Folha, nesta quinta-feira (2).

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Como parte da colaboração da PF com as investigações do FBI relacionadas ao escândalo de corrupção, o contrato televisivo entre a Globo e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) está sendo analisado por agentes federais.

EUA formalizam pedido oficial de extradição de Marin e outros seis dirigentes da Fifa presos na Suíça

De acordo com informações levantadas pelo colunista, a Polícia Federal quer entender como funcionou a relação entre a gestão do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o Departamento de Esportes da Globo. Na TV aberta, a emissora carioca detém o monopólio de transmissão dos principais torneios de futebol há quase 40 anos.

Em 2011, contudo, a Rede Globo esteve perto de perder os direitos televisivos do Campeonato Brasileiro. Na ocasião o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), ao concluir que o modelo implantado nas negociações favorecia a TV Globo, determinou ao Clube dos 13 que uma licitação fosse aberta para definir quem teria direito à transmissão dos jogos.

A ordem, no entanto, serviu de estopim para a implosão do Clube dos 13, comandada pelo então presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, e os clubes passaram a negociar individualmente acordos com a emissora do Rio de Janeiro. Estima-se que assim a Globo teve de gastar quase R$ 1 bilhão a mais do que teria desembolsado no modelo anterior.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas