Pol?cia procura por golpistas que roubam at? R$ 20 mil de aposentados na Para?ba

25
COMPARTILHE

Cerca de R$ 20 mil podem ter sido roubados de aposentados após golpes promovidos por estelionatários que atuam nas cidades da região do município de Patos, no Sertão paraibano, a 320 km de João Pessoa. Os bandidos estariam se passando por agentes de saúde municipais e enganando os aposentados. Pelos menos cinco pessoas já confirmaram terem sido vítimas do golpe.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os estelionatários estariam indo na residência dos aposentados e informando que as vítimas teriam sido beneficiadas por um programa do governo federal.

Uma das vítimas, um aposentado da cidade de Patos, caiu no golpe e teve R$ 3 mil roubados. Os bandidos tiveram acesso à conta bancária após trocar o cartão da aposentadoria e verem a senha anotada em um papel.

Segundo o delegado seccional da Polícia Civil em Patos, Sylvio Rabello, durante a conversa com os aposentados, os bandidos pediam informações sobre a aposentadoria e solicitavam olhar os cartões, onde aproveitavam para trocá-los e conseguir a senha.

“Recebemos as denúncias na semana passada e o inquérito foi aberto na segunda-feira (8). Temos cerca de cinco boletins de ocorrência relatando o mesmo modo de operação. Eles iam às casas dos aposentados, informavam sobre um benefício federal e iludiam as pessoas, até conseguirem trocar os cartões e terem as senhas. Com isso, iam às agências bancárias e sacavam todo dinheiro das contas.”, disse o delegado.

Segundo o delegado, pode ser que mais pessoas tenham sido vítimas do golpe, já que os bandidos ainda não foram identificados.

“Pedimos que quem tenha sido vítima desse golpe, tanto na cidade de Patos como nas cidades vizinhas, compareçam e denunciem para nos ajudar a mapear onde os bandidos estão agindo. Temos cinco casos registrados até o momento e nossa previsão é de que os golpes cheguem a soma de, pelo menos, R$ 20 mil”, concluiu Silvio Rabello.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas