Polícia impede crime na PB e detém grupo com armas após denúncia de morador

236
COMPARTILHE

Uma informação repassada para a Delegacia de Picuí, no Seridó paraibano, a 226 km de João Pessoa, na noite dessa segunda-feira (27), ajudou a polícia na identificação e prisão de pessoas suspeitas se preparar para realizar crimes na região. Foram presos três maiores de idade, entre eles um motorista alternativo, e um menor foi apreendido. Três dos suspeitos são da cidade de Tangará (RN). Com o grupo foram encontradas armas, munições e apreendidas uma moto e um carro.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Foi a atitude suspeita de um dos detidos em frente a uma agência do Banco do Brasil que fez um morador da cidade entrar em contato com os policiais, que foram até o local em um carro descaracterizado para não chamar atenção do suspeito. No momento que chegaram, os agentes de investigação ficaram observando o homem, que parecia estar esperando alguém e, enquanto aguardava, tirava fotos da agência bancária e da rua. A campana encerrou quando um veículo Volkswagen Parati, com placas de Tangará, parou e o suspeito entrou no carro.

Sem perceber que estava sendo seguido, o motorista entrou no bairro JK e estacionou em frente a uma residência e quando um dos suspeitos estava abrindo o portão da casa, os policiais se aproximaram. Para evitar a fuga dos três ocupantes do veículo, os agentes pediram para que todos saíssem. Durante a revista, com o adolescente foram encontradas munições e com um maior uma pistola calibre 380 e munições. Já na residência foram apreendidos um revólver calibre 38, munições do mesmo calibre e uma moto com placas do Rio Grande do Norte. O veículo, de acordo com os levantamentos, foi roubado na cidade de Natal.

“Descobrimos que o motorista alternativo foi contratado para trazer um maior e o adolescente de 17 anos para a Paraíba e em seguida ia embora. Os dois iam ficar hospedados na casa e provavelmente iam usar a moto para chegar e fugir dos locais dos crimes que seriam praticados por eles”. falou o delegado de Picuí, Rodrigo Monteiro.

O dono da casa, por sua vez, de acordo com a Polícia Civil, seria o responsável por identificar os alvos, pois mora na cidade e conhece toda a rotina da região.

“Não podemos afirmar se o grupo tinha como alvo a agência do Banco do Banco do Brasil, mas estamos certos de que eles procuraram município para praticar crimes”, acrescentou o delegado.

Os maiores de idade foram autuados por associação criminosa, posse e porte ilegal de armas, receptação e corrupção de menores. Eles foram ouvidos e encaminhados para a Cadeia Pública da cidade, onde vão aguardar pela sentença da Justiça local. O adolescente foi apresentado ao Ministério Público e entregue ao responsável legal.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas