Conta
Centro Administrativo de João Pessoa (Foto: Divulgação)

Polícia investiga matança de gatos no Centro Administrativo de JP

Conforme testemunhas, pelo menos 40 casos teriam sido registrados de janeiro a junho deste ano

118
COMPARTILHE

A Polícia Civil investiga uma matança de gatos identificada dentro do Centro Administrativo Municipal da Prefeitura de João Pessoa. A PMJP não divulga números exatos porque aguarda o resultado de uma sindicância que já foi anunciada, mas conforme testemunhas, pelo menos 40 casos teriam sido registrados de janeiro a junho deste ano. Nesta terça-feira (19), pelo menos quatro animais teriam sido achados mortos dentro do CAM.

Segundo a delegada do Meio Ambiente Cléa Lúcio Gomes, comerciantes da área serão ouvidos para saber se os animais foram envenenados. Até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito havia sido identificado.

A Prefeitura de João Pessoa disse que vai instaurar inquérito administrativo para investigar as causas das mortes de gatos dentro do CAM e identificar os responsáveis. “Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Centro de Controle de Zoonoses, Secretaria de Administração (Sead) e Guarda Municipal estão tomando todas as providências no sentido de apurar o que ocorreu e, se for constatado crime, os responsáveis serão punidos de acordo com a Legislação”, disse a prefeitura.

Numa ação emergencial, técnicos do Centro de Controle de Zoonoses recolheram, na manhã desta terça (19), os gatos vivos que foram abandonados no CAM. Segundo a prefeitura, os animais serão castrados e posteriormente disponibilizados para adoção. Desde 2013 o Centro de Controle de Zoonoses castrou mais de 8 mil animais, numa ação de controle populacional, reduzindo o número de gatos e cachorros de rua e disponibilizando-os para adoção. “O Centro também promove ações educativas, como palestras e eventos, no sentido de sensibilizar a população sobre a responsabilidade em se criar um animal doméstico”, disse a prefeitura.

Além de cruel e desumano, abandonar animais é crime. Os responsáveis podem ser punidos com prisão, multa e perda da guarda do animal, de acordo com o artigo 32 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais). A Lei determina detenção de três meses a um ano e multa para quem praticar  abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos ou realizar experiência dolorosa ou cruel em animal vivo. A punição é aumentada de um sexto a um terço da pena se ocorrer morte do animal. Quem for flagrado abandonando animais no CAM será punido de acordo com a Legislação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas