Início Geral

Polícia trata como latrocínio e busca quarto suspeito de morte no Parque do Povo

O delegado Cristiano Santana, da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande, afirmou ao Portal Correio, nesta quinta-feira (22), que a morte do vendedor Davson Oliveira Barbosa, de 30 anos, vem sendo tratada como latrocínio (roubou ou tentativa de roubo seguida de morte). Além disso, a polícia tenta identificar um quarto homem que teria participado do crime. Comente no fim da matéria.

Leia também: Presos mais dois suspeitos de participar de morte de vendedor em CG

O vendedor foi assassinado com uma facada no pescoço no dia 18 deste mês durante festa de São João no Parque do Povo, em Campina Grande. “Inicialmente ficaria com a Delegacia de Homicídios, mas de imediato vislumbramos a tentativa de roubo seguida de morte e o caso ficou com a Roubos e Furtos. Os suspeitos reconhecem que são eles nas imagens das câmeras de segurança, mas negam que tenham praticado o crime”, contou o delegado.

Ainda segundo o delegado Cristiano Santana, a polícia busca informações nas imagens das câmeras de segurança do Parque do Povo para tentar identificar o quarto homem apontado pela vítima sobrevivente do crime.

“A vítima que sobreviveu alegou que o crime foi praticado por quatro homens, sendo que três já estão presos. Esse quarto participante do crime ainda não foi identificado. Até por isso, estamos tentando captar novas imagens do Parque do Povo”, disse o delegado.

Na tarde desta quinta, a juíza Ana Carmem Pereira Jordão converteu em prisão preventiva a prisão dos três homens presos suspeitos de envolvimento no crime. Na decisão, a juíza determinou que os suspeitos sejam encaminhados ao presídio do Serrotão.


Entenda o caso

Davson Barbosa foi morto na noite de domingo quando estava junto com um amigo na área dos banheiros no Parque do Povo e foi abordado pelo grupo, que teria anunciado um assalto.

Segundo a investigação inicial da polícia, a vítima teria informado que não tinha nada para entregar ao bando e, junto com o amigo, dado as costas para sair do local. Porém, segundo a polícia, algo dito por um dos bandidos fez Davson olhar para trás. Assim que isso aconteceu, a vítima foi atingida por uma facada no pescoço. Bombeiros foram acionados, mas Davson não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no Parque do Povo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.