Policial federal atira em empresário após briga em clube de Campina Grande

367
COMPARTILHE

Um empresário de 56 anos foi baleado, na tarde desse domingo (8), no Clube Campestre, em Campina Grande. Segundo apuração da TV Correio, o autor dos disparos seria um policial federal aposentado. Ele foi detido em flagrante, instantes após o crime. A polícia não informou o que teria motivado o conflito.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a Polícia Militar, o crime foi presenciado por um policial civil, que tentou impedir o suspeito de efetuar os disparos. Após balear o empresário, o policial rodoviário tentou fugir, mas foi perseguido pelo policial civil.

A perseguição acabou quando o suspeito se entregou na delegacia da Polícia Federal, onde permanecia preso até a publicação desta matéria. Ele deve ser encaminhado para uma audiência de custódia ainda nesta segunda-feira (9).

O tiroteio causou tumulto e pânico entre as pessoas que estavam no clube. Em nota divulgada em seu site, a diretoria do local disse “lamentar profundamente o incidente”. Segundo o comunicado, o setor jurídico foi acionado para providenciar a exclusão do agressor do quadro de sócios do clube. A nota diz ainda que a vítima tem total apoio do clube.

A vítima foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Segundo boletim médico, o empresário passou por cirurgia e está em situação estável. 

* Matéria atualizada às 10h para correção de informação. O suspeito é policial federal aposentado, e não policial rodoviário federal aposentado, como havia sido divulgado anteriormente.  

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos
vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à
Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas