Ruínas do Almagre (Foto: Divulgação)

Pontos históricos, praias e ilhas são opções em Cabedelo

Cidade na Grande João Pessoa oferece um leque de atividades e passeios para todos os estilos e gostos

1016
COMPARTILHE

O município de Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa, tem várias opções de turismo e lazer para o período de férias. De praias e pontos históricos, Cabedelo oferece um leque de atividades e passeios para todos os estilos e gostos.

Cabedelo possui um dos litorais mais bonitos da Paraíba. São nove praias com areias brancas e água morna. Um paraíso para descanso, passeio ou prática de atividades marítimas. Ao longo do litoral, turistas e moradores podem desfrutar e conhecer as belezas das Praias do Dique, Miramar, Ponta de Mato, Formosa, Areia Dourada, Camboinha, Poço, Ponta de Campina e Intermares.

Ilhas

Dois locais que também não podem faltar no roteiro turístico de Cabedelo são as ilhas de Areia Vermelha e Restinga. O Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha, popularmente conhecido como Areia Vermelha, é um banco de areia de aproximadamente 2 Km de comprimento por 1 Km de largura, localizado no meio do mar e que sempre aparece quando a maré está baixa.

Já a Ilha da Restinga é um dos pontos turísticos mais interessantes do Litoral da Paraíba. São 530 hectares de terreno plano situado no Rio Paraíba, entre os municípios de Santa Rita, a oeste, e Cabedelo, a leste. O local fica a 1,2km do Oceano Atlântico, próxima a Foz do Rio Paraíba e do Porto de Cabedelo.

A Ilha da Restinga é formada pelo acúmulo de solo trazido pelo Rio Paraíba. Isso explica a sua riqueza geológica e a presença de diversos tipos de ecossistemas, como mangue, estuário, resquícios de mata atlântica, lagoas e mata de restinga.

História

Um dos pontos mais visitados da cidade é a histórica Fortaleza de Santa Catarina. Localizada à margem direita da barra do Rio Paraíba do Norte, ao lado do Porto de Cabedelo, o imponente monumento, sua história e as crendices e lendas que a cercam, são sinônimos de resistência, força, arte e cultura popular para o povo cabedelense.

Composto por um conjunto arquitetônico com 20 compartimentos, dentre eles, a capela dedicada à Santa Catarina de Alexandria, a Casa da Pólvora, a Casa do Capitão-mor, duas prisões, oito alojamentos de soldados, quatro alojamentos de oficiais, além de um paiol, um poço de água doce e dois túneis. O local é todo cercado por paredões gigantescos adornados com canhões que foram utilizados por impávidos guerreiros. A Fortaleza é considerada por muitos estudiosos e historiadores, em tamanho e em história, como a mais importante da Região Nordeste.

As Ruínas do Almagre também são um importante monumento histórico e fazem parte do roteiro de passeios indispensáveis para quem vem à cidade. Tombadas desde 1938 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), as Ruínas da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, conhecida como Igreja do Almagre, estão localizadas na praia de Ponta de Campina. Erguida no final do século XVI, a Igreja, em estilo barroco, foi construída no contexto do processo de conquista do território e de catequização dos indígenas na Paraíba. O púlpito do Almagre é considerado pela Unesco como “único no mundo inteiro”, e um dos poucos que existem relacionados à missão indígena no litoral paraibano.

Outra maravilha encontrada em Cabedelo é o Farol da Pedra Seca. Erguido em 1869, foi o primeiro farol da Paraíba e até hoje desempenha uma função importantíssima para a cidade. O canal de acesso para o Porto de Cabedelo tem este monumento cabedelense como referência. E nas noites escuras pode-se ver o brilho que guia marinheiros e pescadores há muitas décadas. Sua imponente exuberância permanece firme e repleta de histórias. Conta-se que o Farol foi construído em terra firme, porém, com o avanço progressivo do mar, hoje encontra-se a cerca de 400 metros da beira-mar. Os depoimentos mais antigos do bairro Ponta de Mato, afiançam que nas proximidades do Farol haviam habitações antigas que foram destruídas com o avanço do mar.

Natureza e poesia

A principal atração turística de Cabedelo, no entanto, é o famoso Por do Sol na Praia do Jacaré. Ao belíssimo evento natural do pôr do sol, iluminando as águas do Rio Paraíba, recortado pelo denso verde do manguezal em suas margens, soma-se a emocionante apresentação do ‘Bolero de Ravel’, executado desde 1980 pelo saxofonista Jurandy do Sax, a bordo de uma embarcação que flutua nas águas enquanto a luz do sol esmaece no horizonte. O espetáculo, que mistura natureza, música e espiritualidade, e encanta milhares de turistas nacionais e estrangeiros, ocorre diariamente às 17h, e culmina com a apresentação da ‘Ave Maria’, às 18h.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas