Preços dos combustíveis

Falta de combustíveis

Alta nos preços

TV Correio

moradores-aderem-a-paralisacao-e-protestam-contra-aumento-de-combustiveis
Ao longo da semana, moradores fizeram atos nas ruas de JP (Foto: Reprodução/WhatsApp)

População adere a protestos e apoia caminhoneiros

Moradores sentem as consequências da ausência de resposta à paralisação e decidem aderir aos protestos

1645
COMPARTILHE

Os moradores do bairro José Américo, em João Pessoa, aderiram ao protesto que começou com os caminhoneiros em todo o Brasil. Ao longo dessa semana, moradores sentem as consequências da ausência de resposta à paralisação e decidiram fechar a Avenida Hilton Souto Maior, em frente à igreja católica do bairro. Nas redes sociais, muitos comentários são de apoio aos caminhoneiros.

As duas vias da Avenida principal foram interditadas na quarta-feira (23) pelos moradores que atearam fogo em pneus e pedaços de madeiras. “Não somos caminhoneiros, somos pais de famílias. Precisamos protestar pela João Pessoa melhor, um país justo, pela nossa família, nossos filhos, pra nós. Cidadão vem pra rua e protesta também”, esclarece Windesson, líder do movimento.

Windesson ainda afirma que sofre pela ausência de resposta das autoridades em relação ao aumento do valor do combustível. Ele explica que sente diretamente na hora de fazer compras como de costume, na central de abastecimento, a Ceasa. “Fui lá, tudo fechado. Não tinha mais nada. Só tinha uma caixa de tomate pra vender e pronto. Vamos pra rua e vamos fazer protesto, cidadão de bem. Só assim a gente vai pra frente e consegue as coisas”, desabafa.

Internet

Alguns leitores do Portal Correio também se manifestaram a favor da greve. Muitos dedicaram mensagens de forças aos caminhoneiros. “Parabéns! Força! O Brasil está com vocês guerreiros! Já não basta ficar longe da família, sofrerem violência e roubo de cargas,comerem e dormirem mal e ainda ter que pagar esse preço do diesel que consome mais de 40 por cento da renda do caminhoneiro”, afirmou Lucy Fia Pereira. 

“Os caminhoneiros tem que continuar com a paralisação, vamos apoiar eles”. Tercina Souza. “Juntos somos mais fortes! Precisamos com urgência de um país melhor, mais justo e principalmente com mais caráter e honestidade”. Jowsley Nunes.

Outros leitores criticaram a Justiça por autuarem os caminhoneiros. “Toda vez que algo afeta de maneira significativa os empresários, eles usam a Justiça para dizer que é proibido. Da mesma forma que foi com a polícia ano passado, está sendo com os caminhoneiros”, escreveu Áquila de Oliveira.

“O poder judiciário tem que proibir os desvios de dinheiro público e punir os culpados, não os trabalhadores que estão protestando para poder pagar os seus compromissos”, disse Ailton Paulo de Souza. 

Outros leitores incentivaram que as mobilizações deveriam chegar a outros setores da população, não apenas aos caminhoneiros. “Não só caminhão devia parar, tem que todo mundo parar moto, carro e ônibus. Não abastecer ninguém”, escreveu Letícia dos Santos. 

“Tem que parar todos os trabalhadores do Brasil, mas não só pelo combustível, e sim por todos os outros problemas que enfrentamos”, disse Márcia Faria. Muitos aproveitaram para criticar duramente os postos que estiveram cobrando preços além da naturalidade, como Arnaldo: “Esses postos que estão aumentando descaradamente deveriam ser autuados. Com relação aos caminhoneiros, estão certíssimo. O Brasil precisa parar”, afirmou.

*Com informações de Sandra Macedo, da 98 FM Correio Sat

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas