Início Recomendamos

Poupança ou CDB? Entenda as diferenças e vantagens de cada aplicação

Conteúdo patrocinado. Apesar da baixa rentabilidade, especialmente em um cenário de juros baixos, a poupança continua sendo a opção preferida dos brasileiros. De acordo com a pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em 2019, 60,1% dos entrevistados têm na poupança o destino para suas reservas financeiras.

Segundo o levantamento, o número é consequência do comodismo e da falta de conhecimento do investidor. 

Há no mercado opções de investimentos que podem proporcionar o mesmo nível de segurança e maior lucratividade, como o Certificado de Depósito Bancário. 

Por isso, conhecer bem os produtos e seus rendimentos ajuda não só a alinhar a aplicação ao perfil de quem investe, como permite acesso a opções mais rentáveis. Para isso, é preciso desmistificar algumas informações.

Como funciona a poupança

A caderneta de poupança é uma aplicação que funciona como um empréstimo feito a uma instituição financeira na qual se recebe em troca os juros. 

A rentabilidade da caderneta funciona da seguinte forma:

  • nos casos em que a Taxa Básica de Juros (Selic) exceder 8.5% ao ano, a poupança será remunerada em 0,5% ao mês, acrescido da Taxa Referencial (que no momento é zero).
  • caso a Selic seja inferior ou igual a 8,5% ao ano, o rendimento será 70% da Selic acrescida da TR.

A Taxa Referencial é um índice mensal utilizado como referência à taxa de juros, a qual foi muito usada no controle da inflação durante o governo Collor.

A remuneração da conta poupança é paga mensalmente, na data de aniversário. Dessa maneira, é necessário manter o valor aplicado por 30 dias para que haja ganhos. Caso o valor seja sacado antes, não há rendimento. 

As principais vantagens da poupança são a alta liquidez, ou seja, o dinheiro pode ser resgatado a qualquer momento e o fato de estar segurada pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que ressarce a aplicação caso a instituição financeira quebre.

Algumas transações podem ser realizadas de maneira gratuita, por exemplo, saques, consulta de saldo e transferências entre contas poupanças do mesmo titular. 

Porém, ela é uma das aplicações que apresentam menor remuneração comparada a outras opções tão seguras quanto. É o caso do CDB. 

Como funciona o CDB

O que é CDB: o Certificado de Depósito Bancário é um título de renda fixa emitido por bancos para captar recursos financeiros necessários à realização de suas atividades. Assim como na poupança, o investidor recebe os juros como remuneração. 

O mercado atualmente oferece três modalidades de CDB. 

  • CDB prefixado – o rendimento é estabelecido pré-fixado no ato da contratação;
  • CDB pós-fixado – a remuneração é vinculada à taxa CDI, praticada nas operações de empréstimos entre bancos, que se aproxima da taxa básica de juros (Selic)
  • CDB híbrido – nessa modalidade, o rendimento do CDB combina taxas prefixadas e pós-fixadas. Geralmente, soma um percentual à variação de índice de um indexador de inflação, como o IPCA. 

Investimentos com rentabilidade prefixada embutem o risco em caso de elevação da inflação, por não acompanhar as correções dos índices.

Diferente da poupança, que possui rentabilidade definida por lei, o rendimento do CDB varia por instituição. Portanto, quem deseja realizar esse tipo de investimento deve ter o cuidado de antes pesquisar quais as taxas mais atrativas. 

Vantagens do CDB

Normalmente, as aplicações em CDB proporcionam retornos financeiros maiores do que a poupança além de ser tão seguro quanto, visto que também é assegurado pelo FGC.

O CDB prevê pagamento de IOF caso o valor fique aplicado por menos de 30 dias.  Em relação à poupança, a liquidez é menor, visto que para obter o rendimento é necessário deixar o valor aplicado até o vencimento.  Mas tratando-se de lucratividade, o rendimento do CDB geralmente leva vantagem sobre o da poupança. 

A adesão pode ser feita de maneira facilitada, por meio de bancos ou plataformas de investimento via Internet. 

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.