Pré-candidatos a prefeito de João Pessoa boicotarão visita de Dilma Rousseff

31
COMPARTILHE

Dos pré-candidatos a prefeito de João Pessoa, apenas Charliton Machado (PT), deve prestigiar a visita da presidente afastada Dilma Rousseff, marcada para o próximo dia 15. O atual prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que disputará a reeleição; e Cida Ramos (PSB) confirmaram que não participarão da audiência pública que deve acontecer no Espaço Cultural e que foi convocada a partir de requerimento apresentado pelo deputado estadual Jeová Campos.

Leia também: Adiada a audiência pública com Dilma Rousseff em João Pessoa

Também evitarão comparecer ao ato desagravo os deputados federais e pré-candidatos Manoel Júnior (PMDB) e Wilson Filho (PTB). Ambos votaram pelo afastamento da presidente Dilma na Câmara Federal.  

Nesta quarta-feira, Cartaxo e Cida argumentaram que estão com agenda cheia para o dia 15 e que estão focados em outras situações. “Estamos vivendo um momento de muita crise no país e tenho que me concentrar no trabalho que estou fazendo juntamente com a minha equipe e que exige muito planejamento, trabalho e acompanhamento de perto”, alegou o prefeito.

Já a pré-candidata do PSB disse que vai apresentar, nos dias 14, 15 e 16, o projeto ‘Cidade Madura’ no Ceará e Pará, a convite dos governadores daqueles estados. “Fui presidente do Fórum Nacional dos Secretários de Assistência Social e isso colocou a Paraíba numa posição boa para carrear recursos.Recebemos os convites dos governos desses estados, porque não importa a legenda do partido, o reconhecimento do programa é mais forte que tudo isso. Criamos um projeto progressista e sensível às questões dos idosos e isso vem trazendo inúmeros frutos a Paraíba”, enfatizou Cida Ramos.

Na sua aliança, a pré-candidata Cida Ramos tem partidos que fazem oposição ferrenha à presidente afastada, como o Democratas, do deputado federal Efraim Filho.  

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas