Início Geral

Prefeito interino de Patos diz que fará cortes de pessoal para equilibrar contas

O prefeito interino Lenildo Morais (PT), de Patos, no Sertão da Paraíba, a 307 km de João Pessoa, assumiu a prefeitura há pouco mais de um mês, após afastamento da prefeita Francisca Motta (PMDB), investigada por irregularidades em licitações e contratos públicos. Durante a interinidade da gestão, o petista comenta como está equilibrando as contas no município e enfatiza que, para isso, tem que fazer cortes de gastos e de pessoal. Confira abaixo reportagem da TV Correio.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Morais diz que 63% da receita do município são comprometidos com a folha de pagamento. “Eu não tenho como pagar se eu não fizer um equilíbrio, um enxugamento da folha, por exemplo. Eu não gostaria de fazer isso, mas se eu não fizer, serei penalizado”, revelou o gestor, referindo-se a normas que devem ser obedecidas da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Lenildo Morais disse que está fazendo um levantamento detalhado da folha de pagamento para decidir onde poderá realizar os cortes necessários. “A gente sabe que tem algumas áreas com salários fora da realidade, funcionários que não estavam vindo trabalhar. Eu fiz cortes e, só no mês de setembro, a prefeitura teve uma economia de mais de R$ 200 mil”, destacou, informando que destinará os recursos economizados para a saúde.

O prefeito interino garantiu ainda que fará todas as ações necessárias para a transição para a gestão do prefeito eleito, Dinaldinho (PSDB), e disse que vai colocar uma equipe de gestores à disposição dos novos ocupantes da Prefeitura Municipal de Patos.

Confira reportagem da TV Correio:


Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.