Início Notícias

Prefeito relata ser vítima de golpe no WhatsApp

O prefeito de Serra Branca, Vicente Fialho de Souza (Souzinha), no Cariri paraibano, relatou por meio de suas redes sociais, ter sido vítima de um possível golpe com o seu número de WhatsApp. Segundo a postagem do gestor, os golpistas visavam uma transferência bancária no valor de R$170 mil.

De acordo com o secretário de agricultura de Serra Branca, Kléber Ribeiro, os golpistas entraram em contato com o secretário de administração da prefeitura, pedindo que enviasse os extratos bancários da entidade.

“Eles pegaram o número dele do whatsapp e enviaram mensagens para o secretário de administração, Wamberto Martins, pedindo os extratos da Prefeitura, então o secretário enviou e, logo em seguida, pediram que transferisse R$170 mil para uma conta corrente”, relatou.

Ainda de acordo com Kléber Ribeiro, o golpe só não foi concluído com sucesso, pois a tesoureira da prefeitura desconfiou da atitude de quem usava o whatsapp do prefeito.

“O secretário achou estranho e ligou para a tesoureira, que fez contato com o prefeito, porém o celular estava desligado. Ela ligou então para os familiares do prefeito, que desconheceram os contatos que os funcionários receberam via whatsapp”, disse.

Ainda conforme Kléber Ribeiro, o prefeito Souzinha registrou a ocorrência na Delegacia da Polícia Civil na cidade e aguarda que o crime seja elucidado.

Veja postagem:

Comentários

  • Valmir Reis disse:

    Também sofri um Golpe semana pasaada do Falso Cartorio aqui em Joao Pessoa-PB, perdi quase 12.000,00 e agora estou desesperado…Ja fiz B.O , peguei as certidoes positivas nos cartorios onde a divida real existe , a divida real esta aproxidamente 13.600 , estou entrando com varias açoes e meu advogado vao pesado contra os vigaristas. Fui na Delgacia mais o delegado fez pouco caso, mesmo sendo um crile serio, nao fez questao alguma para investigar…Fiquei perdido..pois eu nunca tinha passado por isso….Eles estao agindo em toda Paraiba e o delegado podia investigar meu caso mais nao fez questao ….mal me ouviu….

  • Arimathea disse:

    Coisas da modernidade.
    Coisas das tecnologias.
    Felizmente desta feita foi o gestor a quase vítima.

  • Barbatana Jeans disse:

    Se um secretário, tesoureiro , ou seja lá quem for, fizer uma transferência de dinheiro público motivado por “conversas” de whatsapp tem que ser preso e se possível levar 12 chicotadas no lombo. Que gestão é esta que passa extrato bancário de conta pública por rede social, falta profissionalismo e seriedade. Prende os dois preventivamente para entender esta enrolada!!!!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.