Presidente de Câmara é preso pela segunda vez, mas paga fiança de R$ 8 mil e é solto

202
COMPARTILHE

O presidente da Câmara Municipal de Matureia, Paulo Orlando (PSB), foi preso nesta segunda-feira (16) suspeito de receptação de veículo roubados. A prisão, executada pela Polícia Militar no município de Matureia, a 325 quilômetros de João Pessoa, é a segunda pelo mesmo crime em menos de um mês.


Leia também: Presos vereador e mais quatro suspeitos de receptação de carros clonados na PB

De acordo com o capitão Lima Filho, comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar em Teixeira, a polícia chegou até o vereador depois de uma denúncia sobre um carro que estava levando água irregularmente na Zona Rural do município.


Leia mais Notícias no Portal Correio

“Fomos acionados por denúncia anônima e constatamos que o carro tinha adulterações. Para a nossa surpresa, descobrimos que o veículo pertencia ao vereador, que foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil em Teixeira para prestar esclarecimentos”, afirmou o capitão.

Na delegacia, um delegado arbitrou fiança de R$ 8 mil contra o vereador, que efetuou o pagamento e foi liberado para responder em liberdade.


Primeira prisão

A primeira prisão do presidente da Câmara de Matureia foi em 21 de setembro deste ano, quando ele e outras quatro pessoas foram presas por suspeita de receptação de veículos roubados.

Na operação, a polícia conseguiu apreender carros que tinham documentos e numerações de chassis adulterados.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas