Início Geral

Presidente do Banco Central prevê declínio da inflação nos próximos meses

“Após inflação elevada no mês de janeiro, causada principalmente pelo aumento significativo dos alimentos in natura e transporte público, o mês de fevereiro representou o início do declínio da inflação acumulada. Nos próximos meses, importantes fatores levarão à manutenção da tendência de declínio da inflação”, afirmou.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Tombini informou que vários itens de preços administrados, ou seja, influenciados por órgãos públicos, como água, esgoto, gasolina e transporte público, pressionaram a inflação de forma significativa em 2015, mas devem apresentar “comportamento moderado” este ano.

“O Banco Central não se furtará caso novos desenvolvimentos alterem o balanço de risco da inflação e vai adotar medidas necessárias para assegurar o cumprimento dos objetivos do regime de metas. Fazer convergir a inflação para a meta de 4,5% em 2017”, acrescentou.

Tombini destacou que, apesar das dificuldades econômicas, o sistema financeiro brasileiro é sólido, capitalizado, liquido e pouco dependente de recursos externos.

“O aumento moderado dos índices de inadimplência não representa risco material para o sistema. O endividamento do setor privado está sendo bem gerenciado, inclusive por meio de renegociações das operações de crédito. A solidez do sistema financeiro nacional representa importante fundamento da economia, especialmente relevante neste momento de grandes desafios”, concluiu Tombini.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.