Início Notícias

Preso, padrasto nega estupro contra criança e quer DNA ‘para provar inocência’; vídeo

O homem suspeito de estuprar e engravidar a enteada criança, em João Pessoa, negou, em entrevista à TV Clube, afiliada da Record TV em Pernambuco, ser o responsável pela violência. A menina, hoje aos 11 anos, deu à luz no último domingo (10). Ela contou ser abusada pelo padrasto desde seus 10 anos.

Leia também: * Mãe de menina de 11 anos que engravidou do padrasto diz que não sabia dos abusos

* Padrasto suspeito de estuprar criança de 11 anos é preso em Pernambuco

Na delegacia, o suspeito, que tem 51 anos e trabalha como pedreiro, disse que não entende a acusação que está sofrendo e pediu a realização de um exame de DNA para provar sua inocência. O suspeito estava foragido há cinco meses, quando a gravidez foi revelada. Ele se escondia na casa de familiares no bairro Bomba do Hemetério, em Recife, e foi preso nessa quarta-feira.

Questionado por que então não se apresentou à polícia voluntariamente para prestar esclarecimentos, o suspeito disse que tinha medo de ser assassinado, uma vez que a denúncia tem causado muita revolta na população. “Quando abaixassem mais os ânimos eu ia voltar com um advogado para provar que sou inocente”, justificou.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.