Início Notícias

Homem é preso suspeito de se passar por fiscal de obras da PMJP

Um homem que se passava por fiscal de obras da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e fiscal do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (Crea-PB) foi preso na manhã desta sexta-feira (1º), na Capital.

De acordo com apuração da TV Correio, nos últimos dias o homem havia aplicado, pelo menos, dois golpes, resultando em prejuízo de R$ 1,5 mil e R$ 400 às vítimas. O crime era praticado com uso de documentos falsificados com o timbre da PMJP.

“Eu tinha uma obra em casa e ele chegou lá dizendo que havia tido uma denúncia na prefeitura. Ele me pediu R$ 2 mil. Eu tinha R$ 400 e ele disse que aceitava, mas que depois viria buscar o resto do dinheiro”, contou uma das vítimas.

Porém, 20 minutos após a primeira abordagem, o suspeito ligou para a vítima e ofereceu a ela uma inscrição dentro do programa Minha Casa Minha Vida, prometendo a entrega de um apartamento. Desconfiada de que estava sofrendo um golpe, a vítima acionou a polícia, que orientou a marcação de um encontro.

“Liguei na prefeitura, e não tinha o nome dele como servidor. Falei com a polícia e eles me pediram para eu marcar encontro com ele. Marquei a primeira vez, mas ele não apareceu. Marquei novamente para hoje de manhã e quando ele veio, o meu cunhado pegou ele”, afirmou o rapaz, vítima do suspeito.

Após ser detido, o homem foi preso em flagrante pela polícia e encaminhado para a Central de Polícia Civil em João Pessoa. Com ele, foram apreendidos diversos papéis timbrados da PMJP e documentos como alvarás, recibos de pagamento, cheques e do Crea-PB.

Posicionamento da PMJP

A secretária de Planejamento da PMJP, Daniella Bandeira, explicou que todos os documentos que o suspeito portavam eram falsos e que ele fraudava os alvarás a partir de um documento original.

“Soubemos que ele tirou cópias de um alvará oficial e a partir disso ele saiu falsificando alvarás. É preciso que a população saiba que o procedimento de retirada de alvará é feito na prefeitura. O requerente precisar ir à Seplan, que fica no Centro Adminsitrativo, para dar entrada na documentação e ele recebe o alvará dentro do Secretaria”, informou a secretária.

Ainda conforme Deniella Bandeira, nenhum fiscal de obras da PMJP é autorizado a receber dinheiro como forma de pagamento das multas. Ela explicou que o procedimento de pagamento das multas é feito através de boleto bancário.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.