Principais fontes de abastecimento de JP devem passar por monitoramento ambiental

15
COMPARTILHE

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) elaboraram uma proposta para o diagnóstico e monitoramento ambiental da situação de conservação das bacias dos rios Gramame e Abiaí, que são uma das principais fontes de abastecimento de água para João Pessoa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O projeto, segundo a proposta, deve custar cerca de R$ 654 mil e vai servir para crias uma base de dados sobre os principais problemas que estão interferindo na qualidade da água.

A proposta para diagnóstico ambiental tem como objetivos principais identificar o uso e ocupação do solo às margens dos rios, os principais fragmentos de Mata Atlântica existentes na área, bem como as áreas de preservação permanente que precisam de restauração, incluindo margens, riachos, nascentes e aguados, além de localizar fontes de contaminação, identificar presença de metais e agrotóxicos, entre outros fatores.

A previsão é de que a execução do projeto comece a partir do mês de janeiro de 2016.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas