Números

Férias de verão

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Gasolina, Preços
Preço da gasolina não baixou o que devia em Campina Grande (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

Procon-CG aponta irregularidades em preços de combustíveis

Análise nas notas fiscais de 55 postos identificou que dos 30% de redução na gasolina concedido pela Petrobras, as distribuidoras repassaram aos postos apenas 7,4%

241
COMPARTILHE

Os elevados preços cobrados pelo litro da gasolina em Campina Grande, mesmo com as constantes reduções de valor do produto promovidas pela Petrobras, viraram alvo de denúncia do Procon-CG para o Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Leia também: Preço do GNV sobe e ameaça funcionamento de oficinas

Conforme o Procon-CG, uma análise nas notas fiscais de 55 postos identificou que dos 30% de redução na gasolina concedido pela Petrobras, as distribuidoras repassaram aos postos apenas 7,4%, que acabou refletindo um desconto de 1,95% para o consumidor.

“Na análise realizada nas notas fiscais de compra dos combustíveis pelos postos, constatamos que neste período a redução de 30% informada pela Petrobras às distribuidoras no preço da gasolina comum não foi repassada de forma integral aos postos. Quase nada [foi repassado ao consumidor que] continua pagando caro para encher o tanque com esse combustível”, afirmou o coordenador do Procon-CG, Rivaldo Rodrigues.

No questionamento ao MPPB, o Procon-CG pediu que os postos expliquem os motivos de estabelecimentos de uma mesma rede revenderem combustíveis com preços tão diferentes em João Pessoa e Campina Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas