Início Notícias

Produção de algodão orgânico chega a 240 toneladas na PB

A produção de algodão orgânico branco na Paraíba já chegou a 240 toneladas em 2020. A colheita ainda não acabou e mais de R$ 576 mil já foram injetados na economia de 60 municípios do interior do estado.

Leia também:

Segundo o engenheiro agrônomo da Empaer, Vlaminck Saraiva, o resgate da cotonicultura no Estado representa a esperança do desenvolvimento sustentável para a agricultura. Ele destaca que a perspectiva de colheita para a safra agrícola deste ano, que deverá ocorrer até o fim de novembro, foi estimada em mais de 250 toneladas de algodão em rama, representando um aumento de mais de 100% em relação a última safra.

Entre os principais fatores que contribuíram para o sucesso no aumento da produção do algodão orgânico destacam-se a regularidade do inverno, a garantia de mercado com preço acertado em contrato e pagamento rápido e a assistência técnica continuada.

Programa de incentivo à cotonicultura

O algodão orgânico branco é produzido por 327 famílias rurais, dentro do Projeto Algodão Orgânico Paraíba, voltado para a cultura geradora de renda e cidadania no campo. O projeto é executado pela Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer).

São cerca de 350 hectares plantados com algodão orgânico branco. O manejo é feito em consórcio com as culturas do milho, do feijão, do gergelim, de hortaliças, de frutíferas e de plantas nativas. Já o monitoramento das pragas e doenças é feito de forma sistemática. Em caso de ocorrências, após avaliações técnicas, são utilizados adubos naturais, como o extrato de algumas plantas e biofertilizantes.

Cotonicultura representa esperança para agricultores de algumas regiões da Paraíba (Foto: Divulgação)

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.