Professores e servidores do IFPB entram em greve e deixam 3 mil sem aulas

14
COMPARTILHE

Os professores e servidores técnico-administrativos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado no campus de Campina Grande e Sousa. A medida foi tomada em assembleias realizadas nesta terça (16) e quarta-feira (17). A informação foi confirmada ao Portal Correio pela coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Básica e Tecnológica da Paraíba (Sintef-PB), Maria da Conceição Castro Cordeiro.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“Monteiro já havia decidido pela greve e essa mobilização foi aderida, ontem [terça], por Campina Grande, e hoje [quarta-feira], pelos servidores de Sousa. Os campus de Cajazeiras e Patos também devem analisar o indicativo de greve ainda hoje em assembleias”, disse.  

A decisão pela greve segue uma mobilização nacional. Os servidores do IFPB, pedem reajuste salarial de 27,3%, além da criação de data base para servidores federais e recomposição das perdas salariais ocasionadas pela inflação. Eles também protestam contra o corte de verbas para a Educação.

Com a greve, mais de 3 mil estudantes ficam sem aulas a partir da segunda-feira (22). 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas