Profissionais com registro no Brasil ainda podem se inscrever no Mais M?dicos

23
COMPARTILHE

Termina nesta quinta-feira (29) o prazo de inscrição no Programa Mais Médicos para profissionais com registro em Conselho Regional de Medicina (CRM) no Brasil. O governo ainda não divulgou o número de vagas ofertadas, já que depende da adesão dos municípios, cujo prazo terminou nessa quarta (28). A remuneração dos profissionais é pouco mais de R$ 10 mil.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os candidatos deverão escolher, na hora da inscrição, entre receber a pontuação adicional de 10% nas provas de residência, atuando na unidade básica por 12 meses, ou permanecer no município por três anos e obter benefícios como auxílios moradia e alimentação, além de ajuda de custo para instalação.

Quem escolher a primeira opção, ao final dos 12 meses de trabalho, poderá optar por permanecer no programa por mais dois anos, passando a ter direito aos benefícios da segunda opção.

Nos dias 4 e 5 de fevereiro, os profissionais deverão indicar até quatro cidades onde preferem trabalhar. Quem não conseguir alocação terá acesso a vagas remanescentes em fevereiro e março.

Entre os critérios considerados para a classificação estão ter título de especialista em medicina de família e comunidade, experiência comprovada na Estratégia Saúde da Família, ter participado do Programa de Educação pelo Trabalho e integrar os programa Universidade para Todos (ProUni) ou de Financiamento Estudantil (Fies). Como critérios de desempate serão considerados a maior proximidade entre o município desejado e o de nascimento e ter mais de 18 anos.

Os médicos brasileiros formados no exterior poderão fazer as inscrições entre os dias 10 e 20 de abril. Entre os dias 5 e 15 de maio, estarão abertas as inscrições para estrangeiros formados no exterior. Os profissionais que não têm CRM brasileiro passarão por uma ambientação e começarão a trabalhar no dia 7 de julho.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas