Início Notícias

Profissionais de saúde protestam e PMJP promete solução

Profissionais de saúde fizeram um protesto, na manhã desta sexta-feira (29), em frente à Secretaria de Saúde de João Pessoa, contra as dificuldades enfrentadas no trabalho contra o coronavírus. 

A categoria reivindica melhoria salarial, áreas para descanso nas unidades de saúde, melhores condições de trabalho, ajustes da carga horária sem perda salarial, entre outras. Nessa quinta (28), categorias profissionais da área de saúde divulgaram repúdio contra pagamentos de gratificação apenas a médicos em João Pessoa.

A Prefeitura de João Pessoa informou que recebeu representantes de sindicatos e conselhos dos profissionais e saúde na manhã desta sexta-feira (29). No encontro ficou definido que, ainda na tarde desta sexta, serão apresentadas as propostas por parte das categorias, a serem avaliadas pelo poder público municipal.

“A medida integra o plano de ação para os servidores da área que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19. A administração segue prezando pelo diálogo e pelo trabalho conjunto para superar adversidades e seguir salvando vidas”, disse a prefeitura.

Comentários

  • marcos jose martins verissimo disse:

    Lamentamos que um prefeito que está no comando de uma cidade há mais de anos,não tenha noção de Saúde e Gestão. Se não tem conhecimento os seus auxiliares são coniventes com o mesmo.Ignorancia total.Vocês ainda não sabem que a Saude fazem parte:Medicos,Enfermeiros,Auxiliares de Enfermagem,Dentistas,Farmacêuticos,Maqueiros,Motoristas e o Pessoal da Limpeza e Desinfecção….Vocês precisam estudar melhor para tomar uma decisão…!!!

  • José disse:

    Vale ressaltar que a gratificação anunciada exclusivamente para os médicos corresponde ao valor de mais de dois salários de um enfermeiro que possui nível superior do mesmo jeito e atua até mais perto dos pacientes. Mais um exemplo de má gestão na cidade de João Pessoa.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.