Início Geral

Projeto permite que detentos cultivem frutas e verduras em presídio da Paraíba

Um projeto de ressocialização que vem sendo realizado dentro do Presídio Padrão de Campina Grande está trazendo mais qualidade na alimentação e oportunidade de ocupação de tempo para os apenados da unidade. No local, eles cultivam frutas, verduras, legumes e ajudam no tratamento de animais que são criados em um terreno do complexo.


Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o diretor do presídio, Lenni Sucupira, o projeto começou a dar frutos logo nos primeiros dias, com o tratamento do solo e a percepção dos apenados de que a iniciativa vem servindo para que eles tenham uma nova chance.

“A gente vem desenvolvendo essas ações tanto para melhorar a alimentação dos apenados, que comem o que eles plantão e cuidam, como para poder ocupar melhor o tempo ocioso que eles passam aqui na unidade. O plantio é feito dentro da dependência do presídio. São frutas, verduras e legumes colhidos e servidos nas refeições”, disse Lenni Sucupira.

Ainda segundo o diretor, os apenados também auxiliam no tratamento e cuidado de alguns porcos criados em um terreno próximo ao complexo penitenciário. Lá, eles alimentam e limpam os animais e o local de criação.

“Algumas pessoas não gostam dessas ações e acham errado quando colocamos presos para trabalhar. Assim como as frutas e verduras, os porcos são muito bem cuidados. Temos a intenção de ampliar essas ações e trazer carneiros e outros animais para que os apenados possam passar mais tempo em atividades que vão possibilitar uma chance para que quando eles saiam pelo menos possam desenvolver essas mesmas atividades como trabalho formal”, afirmou o diretor.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.