Moeda: Clima: Marés:
Início Entretenimento

Projeto social transforma a vida de jovens através da música

Um projeto social na cidade de Santa Rita vem transformando a vida de muitos jovens, dando-os uma perspectiva e alternativa na vida através da música. O Projeto Semente já existe há sete anos e uma vez por semana, mais de 170 crianças e jovens da cidade de Santa Rita tem a acesso a diversas aulas. Um sonho que começou da vontade de ajudar e ganhou uma proporção que eles nem imaginavam. Com a colaboração de parceiros que doam tempo e conhecimento, o projeto tem continuado, apesar da dificuldades financeiras.

Para a estudante Sarah Alves, que já participa do projeto há algum tempo, as aulas desenvolveram todo o seu talento para a música, que para ela é um refúgio para todos os momentos da sua vida.

“No meus quatorze anos eu comecei a fazer curso no projeto Semente e ali eu fui desenvolvendo o cântico, o violão e fui sendo moldada até hoje. E eu melhorei bastante com o violão, com as aulas que eu tenho de técnica vocal e violão. É maravilhoso cantar músicas. Ela está em tudo na minha vida. Quando eu estou nas horas tristes, quando estou ansiosa, alegre, em tudo. Pego o violão, toco e me renovo”, relatou.

No projeto, os participantes também aprendem sobre cidadania. Para o estudante Krenildo da Silva, o projeto Semente tem o poder de mudar a vida de jovens e oferecer-lhes novas perspectivas para um futuro melhor.

“Esse projeto ajuda muitos as pessoas, a tirar muitos jovens do mundo do crime. As pessoas estão na rua precisando de capacitação e esse projeto ajuda muito os jovens a ter um melhor futuro na vida”, disse.

Segundo  o coordenador do Projeto Semente, Josivaldo Santana, o maior motivo para início de tudo, foi a ideia de atrair jovens para a música.

“Nosso maior motivo e a ideia de começar esse sonho foi a gente estar em algumas atividades da nossa própria igreja e eu sentir um desejo muito ardente de fazer um trabalho que pudesse atrair jovens. E é um desafio muito grande porque eu tive que pensar em alguma estratégia de atrair os jovens. E ai fui comprando instrumentos e já realizando esse sonho de montar essa escola de música”, explicou.

O prédio para realização do Projeto Semente, foi cedido pela Igreja Batista do bairro Popular em Santa Rita e aos poucos vai sendo reformado pelos voluntários. Tudo no projeto é feito com recursos próprios e por este motivo, tem encontrado dificuldades para continuar, apesar de ter a parceria de alguns comerciantes. De acordo com Josivaldo, o peso ainda é muito grande para uma pessoa só.

“Tudo isso tem uma parceria muito forte porque eu fui encontrando pessoas que pudessem agregar comigo para nos apoiar, para nos ajudar. Mas ainda tem uma parte muito pesada para ainda para mim”, disse.

Pela responsabilidade social do projeto, que é muito grande, os voluntários encontraram uma alternativa para arrecadar recursos e manter o projeto Semente. A venda de cocadas. Três ou quatro vezes por semana, os voluntários se reúnem para produzirem o doce de côco. Por dia a equipe produz 120 caixas que são vendidas sob encomenda. A voluntária, Juliane de Santana, que participa da produção das cocadas, faz um apelo para quem se interessar em ajudar o projeto.

“Não é uma caminhada fácil. A gente precisa de material de construção, a gente está precisando de material para fazer também a cocada. Se alguém tiver algum instrumento que não está utilizando e poder fazer a doação desse instrumento”, disse.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.