Início Geral

PSD quer indicar um vice em CG e assegurar outro para PSDB em João Pessoa

A aliança do PSD com o PSDB pode ser fechada nos dois maiores colégio eleitorais da Paraíba com a inversão de partidos na cabeça da chapa majoritária. Em João Pessoa, o PSDB apoiaria a reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e indicaria um vice. Em Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) disputaria a reeleição com um companheiro de chapa indicado pelo PSD. Veja vídeo abaixo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

A tese ganha força nas hostes do PSD, que tem como presidente estadual o deputado federal Rômulo Gouveia. Os espaços foram abertos depois que o ex-deputado federal Ruy Carneiro, presidente estadual do PSDB, abriu mão de disputar a Prefeitura de João Pessoa e o partido decidiu não apresentar nenhum outro pré-candidato.

O deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) deixou claro nesta quarta (2) que essa composição será tratada no campo municipal. “Tenho uma tese de que o PSD possa participar da construção da chapa majoritária, indicando o pré-candidato a vice-prefeito. Não temos nada contra o nome do vice Ronaldo Filho, que é um herdeiro das maiores tradições políticas da Paraíba. Mas temos que colocar isso no campo dos partidos que fazem parte da base política do atual prefeito de Campina Grande, que é Romero Rodrigues”, argumentou.

Ludgério participou do encontro dos deputados que integram a base de oposição Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), na segunda-feira passada (29), em João Pessoa. Ele contou que fez um radiografia de Campina Grande e toda a região, falando das expectativas de vitória dos candidatos de partidos aliados. O deputado garantiu que não tratou de chapa majoritária de Campina.

Sobre a mudança do nome de vice de Romero, o senador Cássio Cunha Lima já disse que “em time que está ganhando não se mexe”, numa referência à manutenção de Ronaldo Filho (irmão dele) na chapa majoritária. Ludgério disse que entende a posição do senador, mas observou que ainda tem todo um calendário político para ser cumprido até julho e que a situação pode mudar. “O PSD não tem absolutamente nada contra o vice-prefeito Ronaldo Cunha Lima Filho. Que isso fique bem claro. Mas vamos discutir essa situação”, afirmou.

Assista ao vídeo do Portal.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.