Início Geral

PSDB-PB assina carta em apoio a A?cio Neves durante reuni?o da Executiva

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, foi indicado como pré-candidato à Presidência da República, pelos 27 presidentes estaduais do partido, durante reunião da Executiva da legenda, nesta terça-feira (22).

Os representantes dos diretórios assinaram uma carta em apoio ao nome do senador. O documento foi aprovado pela Executiva do PSDB. No texto, intitulado “Um novo tempo para o Brasil. Um novo Brasil para os brasileiros”, o partido diz que Aécio Neves é a alternativa para as mudanças que a sociedade deseja.

O presidente do PSDB na Paraíba, deputado federal Ruy Carneiro, e o senador Cássio Cunha Lima (vice-presidente nacional) participaram da reunião.

“A Paraíba foi um dos primeiros diretórios a assinar a carta em apoio a Aécio Neves. O partido nunca esteve tão unido como agora. Temos um sentimento crescente de oposição e acredito que vamos conseguir levar a eleição para o segundo turno”, disse Ruy Carneiro.

De acordo com o deputado, o nome de Aécio representa uma alternativa para o país. “O partido está forte para as eleições presidenciais,”, afirmou.

Carta de apoio

O manifesto foi lido pelo deputado federal Bruno Araújo (PE), vice-presidente nacional do PSDB, durante a reunião da executiva e contou com as assinaturas dos 27 presidentes regionais da legenda e representantes dos segmentos tucanos, como o Tucanafro a Juventude Nacional.

O senador Aécio Neves disse que a convenção nacional do partido está marcada para 14 de junho. “Recebo essa manifestação unânime do meu partido com a humildade de quem sabe que essa é uma construção coletiva e uma construção que deve atender à totalidade do país, e não a um grupo de aliados”.

Aécio Neves afirmou que é preciso reforçar a aliança do PSDB até o dia da eleição. “Principalmente a aliança com a sociedade brasileira. Mas recebo também com a determinação de quem se julga preparado para iniciar um novo ciclo no Brasil, de eficiência, de ética na política, de coragem para tomar as decisões que, infelizmente, não vêm sendo tomadas”. Segundo o parlamentar, é um momento de unidade do PSDB.

Convenção

A convenção que o PSDB promoverá no dia 14 de junho confirmará o nome do partido para a candidatura à Presidência da República. No encontro, também será definida a coligação do partido para a disputa presidencial.

O senador Aécio explicou que a escolha de São Paulo para receber o encontro ocorreu pela importância da maior cidade do país e pela possibilidade de mobilização que a capital paulista proporciona.

As convenções estaduais, nas quais serão escolhidos os candidatos a governador, senador e deputado, terão suas datas definidas de maneira independente por cada diretório estadual – dentro do intervalo limitado pelo Tribunal Superior Eleitoral, que é de 10 a 30 de junho.

Projeções

A reunião serviu também para a apresentação do panorama eleitoral dos 26 estados do Brasil e do Distrito Federal.

Haverá estados em que o PSDB lançará candidatura própria ao governo, como São Paulo, Acre e Paraíba, por exemplo. Há regiões que o partido participará de coligações que reúnem forças da oposição – a Bahia, em que o tucano Joacy Góes será pré-candidato a vice-governador na chapa liderada por Paulo Souto (DEM), é um dos exemplos. Tocantins, Roraima e Piauí também fazem parte deste quadro.

Representantes de estados como Rondônia, Mato Grosso e Acre destacaram que o PSDB costuma ter vitórias locais na disputa presidencial. O deputado federal Márcio Bittar (PSDB-AC) lembrou que, em 2010, o Acre registrou a maior diferença favorável ao PSDB na disputa com a candidata do PT na ocasião, Dilma Rousseff. O tucano reforçou que espera manter a mesma marca em 2014 e expandir a condição também para a busca pelo governo estadual: “estamos construindo uma grande aliança e queremos também chegar ao governo”.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.