Início Geral

Quem ? coxo…

A minirreforma aprovada ano passado pelo Congresso Nacional reduziu a campanha eleitoral de 90 para 45 dias. Assim, pelo calendário do TSE, a deste ano só deveria começar em 16 de agosto, mas dos grandes partidos, só o PSDB ainda não iniciou ou anunciou atividades para popularizar um pré-candidato em João Pessoa.

Quem saiu na frente foi o PSB, que em 21 de outubro do ano passado inciou, pelo bairro de Mangabeira, uma série de plenárias conduzidas pelo seu pré-candidato, João Azevedo, até então um técnico bem conceituado, mas desconhecido do eleitorado. Vai disputar sua primeira eleição.

Um mês depois do PSB, o PTB lançou o “Nossa João Pessoa”, para coletar sugestões para um plano de desenvolvimento para a Capital. Quem conduz é o deputado federal Wilson Filho, o mais cotado para a candidatura a prefeito, mas o partido ganhou as filiações do vereador Raoni Mendes (foi o mais votado para a Câmara em 2012) e do ex-deputado Major Fábio (concorreu ao governo em 2014).

Mês passado foi a vez do PMDB confirmar a candidatura a prefeito do deputado Manoel Júnior, que passou a comandar o “Pensando João Pessoa”. O modelo é um pouco diferente – promove seminários com participação de especialistas, que debatem com a população temas previamente escolhidos – mas o objetivo é o mesmo: ficar mais conhecido dos eleitores e conquistar apoios.

O PT decidiu adotar a mesma estratégia. Vai começar no próximo dia 20, na Associação de Moradores do Biarro dos Bancários, o “Dialoga João Pessoa”, que definirá o programa de governo que o candidato Charliton Machado defenderá durante a campanha.

Em comum, também pretendem identificar os pontos fracos do prefeito Luciano Cartaxo, já que os fortes são reforçados pela propaganda oficial. Descobrir qual a percepção do cidadão em relação a gestão permitirá a definição de um discurso mais eficiente contra o pessedista.

Como o período de propaganda no rádio e na TV também foi reduzido – de 45 para 35 dias – terão que escolher bem os alvos, e como não serão permitidas doações de empresas, terão menos recursos disponíveis. Por isso estão partindo tão cedo.

TORPEDO

A proteção dos parques marinhos chega numa hora em que a sociedade cobra cada vez mais respeito ao meio ambiente. Precisamos entender esta normatização como um bem coletivo.

Do desembargador José Ricardo Porto (TJPB), apoiando as regras para proteção de Areia Vermelha.

Dinossauros

Se depender do Ministério Público Federal, a Sudema também elaborará plano para proteção do Vale dos Dinossauros, em Sousa. O órgão recomendou que fiscalize obras que estão sendo feitas pela Prefeitura.

Andou

A mais perigosa das ações que pedem a cassação de Ricardo Coutinho, a Aije do Empreender, teve movimentação no TRE. O relator negou pedido da defesa do governador para anular investigações do Ministério Público.

Jogo pesado

A disputa pela liderança do PMDB está ficando mais dura. Diz-se que a presidente Dilma vai anunciar contingenciamento no próximo dia 12, mas que os apoiadores de Leonardo Picciani teriam suas emendas garantidas.

Jogo pesado 2

O paraibano Hugo Motta, que enfrentará Picciani na eleição marcada para o dia 17, é adversário forte. Rotulado de candidato de Eduardo Cunha, ele ironiza dizendo querer os votos de todos do PMDB, até o de Picciani.

ZIGUE-ZAGUE

O ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo assinou delação. Promete revelar tudo sobre pedidos de doações para a campanha de Dilma em 2014.

A PEC 35/15 está pronta para votação na CCJ do Senado. Ela acaba a vitaliciedade e estabelece mandato de 10 anos para o cargo de ministro do Supremo.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.