Início Entretenimento

Quinteto da Paraíba toca com Mônica Salmaso em live

O projeto Quinteto Convida em Casa, do Quinteto da Paraíba, está de volta e esta semana terá participação da cantora Mônica Salmaso. A apresentação será nesta sexta-feira (2), a partir das 18h, no canal do Sindicato dos Professores da UFPB no YouTube.

Esta será a quarta live do projeto Quinteto Convida em Casa, versão online de outro projeto que existe desde 2016 e promove encontros com cantores e instrumentistas, revisitando suas obras ou homenageando outros artistas. As lives mesclam apresentações ao vivo, com um bate-papo entre os músicos, depoimentos de fãs e vídeos de apresentações presenciais.

O projeto é realizado uma vez por mês, sempre na primeira sexta-feira. A estreia ocorreu no dia 3 de julho com a participação de Xangai. A segunda foi em 7 de agosto e contou com o talento de Toninho Ferragutti. Na terceira edição, o Quinteto da Paraíba tocou com Marcelo Jeneci, no dia 4 de setembro.

Até o final do ano, a programação já está definida. No dia 6 de novembro, será a vez do poeta Jessier Quirino levar sua arte ao projeto. Para encerrar o ano, no dia 4 de dezembro, o Quinteto da Paraíba se apresenta com o Maestro Spok.

A convidada

Mônica Salmaso é cantora há mais de 30 anos, gravou onze CDs e DVDs autorais e já participou como cantora convidada em mais de 60 álbuns de outros artistas. Ela tornou-se viral nas redes sociais após a série de lives com artistas conhecidos e desconhecidos. No Instagram, o número de seguidores passou de 12 mil para 89 mil. No Facebook, foi de 8 mil para 111 mil. Já no canal de Youtube criado após a início da quarentena, ela já tem 29 mil inscritos.

Mas a trajetória da cantora tem muito mais do que números para apresentar. Nascida em São Paulo em 1971, Mônica Salmaso começou sua carreira na peça “O Concílio do Amor” dirigida pelo premiado diretor Gabriel Villela em 1989. Seu primeiro CD foi gravado seis anos depois. Trata-se de “Afro-Sambas”, um duo de voz e violão arranjado e produzido pelo violonista Paulo Bellinati, contendo todos os afro-sambas compostos por Baden Powell e Vinícius de Moraes. Desde então, já foram 11 trabalhos, entre CDs e DVDs.

Em 1999, foi ganhadora do prestigiado Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA). Em 2012, venceu o 23º Prêmio da Música Brasileira como melhor cantora com o CD Alma Lírica Brasileira. Em 2012, foi gravado no Teatro Alfa, em São Paulo, o DVD Alma Lírica Brasileira, dirigido por Walter Carvalho, ganhador do 24º Prêmio da Música Brasileira em 2013 como melhor DVD de música.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.