Início Geral

Racionamento em Campina e outras 18 cidades come?a em dezembro, confirma Cagepa

A cidade de Campina Grande, juntamente com os outros 18 municípios abastecidos pelas águas do açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão, irá passar por um racionamento de água a partir do começo de dezembro. A informação foi dada nesta quinta-feira (23) pela assessoria de imprensa da Cagepa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo Ricardo Avelino, assessor da companhia, a principal cidade afetada pelo racionamento será Campina Grande, por ser o município com a maior concentração populacional entre as cidades afetadas. Ele disse que Campina será dividida em duas bacias de abastecimento, uma compreendendo os bairros da região Norte e outra com os bairros da região Sul da cidade, que sofrerão um revezamento no abastecimento.

Avelino informou que o revezamento ocorrerá a cada três dias. “Durante o racionamento, a bacia Norte terá três dias ininterruptos de abastecimento, enquanto a bacia Sul ficará sem água. Depois, o racionamento é invertido, com água sendo liberada para a bacia Sul por três dias seguidos, ficando a bacia Norte sem água. Faremos isso até termos uma condição melhor de armazenamento no Boqueirão”, disse.

O açude de Boqueirão dispõe atualmente de 22% da capacidade total e, segundo Avelino, a implementação do racionamento de água estava prevista para ocorrer assim que o açude atingisse a capacidade mínima de 100 milhões de metros cúbicos, o que deve ocorrer no meio de novembro.

De acordo com Avelino, o Ministério Público da Paraíba propôs a antecipação do racionamento já para o dia 15 de novembro, mas a data foi adiada. “O Ministério Público tentou antecipar o racionamento, mas os técnicos da Cagepa e da Aesa conseguiram manter a data de início para dezembro, para que a população tenha mais tempo para se preparar”, afirmou.

Nessa quarta-feira (22), o Governo do Estado prorrogou a situação de emergência por mais seis meses em 170 cidades da Paraíba. Já o Ministério do Desenvolvimento Social classifica 198 cidades do estado dentro dessa situação, devido à falta de chuvas.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.