Início Geral

Renato Martins recua e diz na CMJP que divulgou boatos sobre corrupção no PSB

O vereador Renato Martins (PSB) recuou e atribuiu ao seu desespero da derrota nas urnas suas declarações de que haveria um “esquema de corrupção” dentro do seu partido para eleger três candidatos à Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Nesta terça-feira (18), Martins subiu à tribuna da CMJP e desfez tudo que havia dito. Atribuiu a “boatos” após a campanha e disse que reproduziu apenas o que tinha ouvido de terceiros. Veja vídeo abaixo.

Leia mais sobre Política no Portal Correio

Ele disse que recebeu uma provocação de um militante do PSB e respondeu “com comentários de esquina e de fofoca”, de imediato. O áudio com as declarações do vereador do PSB vazou em grupos de WhatsApp e repercutiu negativamente dentro do partido. Os citados nas declarações, como a deputada Estela Bezerra (PSB), afirmaram que irão processa-lo pelas “calúnias e difamações”. 

Após as denúncias, o vereador Renato Martins não apareceu mais na Câmara de João Pessoa. Ele reapareceu nesta terça, com a expectativa de fazer um discurso bombástico. Logo após as declarações, ele postou em suas redes sociais um texto no qual reafirmou as denúncias e dizendo que tinha como provar o que disse. 

No áudio, o vereador do PSB cita os nomes da deputada estadual Estela Bezerra, da secretária Livânia Farias, do procurador Gilberto Carneiro e dos vereadores eleitos Léo Bezerra, Tibério Limeira e Tanilson Soares. 

Na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a deputada Estela Bezerra considerou que o discurso de Renato Martins, da tribuna da Câmara, foi uma retratação e que anunciou que não ingressaria mais com uma ação contra o vereador do seu partido. O advogado Odon Bezerra, que representaria Estela e o seu sobrinho Léo Bezerra, esteve na ALPB e também confirmou que não teria mais ação contra Martins.

Assista ao vídeo do Portal.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.