Moeda: Clima: Marés:

Retomada da celebração da fé e devoção: a romaria de Santa Rita de Cássia levou milhares de fiéis às ruas da cidade

Homenagem à padroeira da cidade retornou após dois anos de pausa, em decorrência da pandemia
Romaria
Romaria de Santa Rita de Cássia (Foto: Divulgação)

A tarde deste domingo (22) foi marcada pelo retorno da romaria em homenagem a padroeira Santa Rita de Cássia, após dois anos de pausa, em decorrência da pandemia. Com início na principal avenida do Heitel Santiago, a romaria levou milhares de fiéis até o Santuário que leva o nome da padroeira.

Recebendo todo apoio logístico e organizacional da Prefeitura Municipal de Santa Rita, a romaria marcou o último dia de festejo em alusão a Santa Rita, que durante 15 dias mobilizou toda a cidade em torno de uma só razão: a fé.

Ao longo de mais de dez quilômetros de caminhada, mesmo embaixo de chuva forte, os santa-ritenses agradeceram e se uniram na segunda maior celebração de fé do estado da Paraíba. Diante da crença de que este momento voltaria, toda a população festejou, se emocionou e vibrou o dia da Santa das causas impossíveis.

“A romaria de 2022 é muito mais do que uma manifestação de crença em nossa padroeira. É uma celebração da vida, depois de tudo o que enfrentamos nos últimos dois anos”, declarou o prefeito Emerson Panta.

“É uma alegria reencontrar os fiéis de Santa Rita de Cássia, que mesmo debaixo de chuva integrou essa imensa caravana de fé”, acrescentou o prefeito.

Para o padre Puan Ramos, os santa-ritenses celebram sua padroeira o ano inteiro. “Mas é dádiva que a gente possa estar reunidos em mais uma romaria depois de sobreviver a pandemia”, observou.

Manifestações de fé em Santa Rita de Cássia

A multidão que acompanhou a romaria demonstra a fé dos santa-ritenses por sua padroeira. E no meio de tanta gente, histórias muito especiais de fiéis que comprovam que Santa Rita de Cássia age em causas impossíveis.

A dona de casa Laudicéia Neves, por exemplo, atribui à santa a cura de um câncer de mama. Já a professora Ana Maria levou a filha de um ano como forma de agradecer o milagre da maternidade. Ela tentava engravidar há alguns anos.

Assim como ela, várias mães levavam suas filhas pequenas vestidas de Santa Rita como forma de promessa. Ou para agradecer bênçãos alcançadas.

A romaria terminou com missa no Santuário, com participação de fiéis de várias partes do Estado. 

*Este conteúdo é de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Santa Rita

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.