Início Geral

Retrato de uma infância

Ela tem 12 anos e ele 11. Ela faz o 8º ano do ensino Fundamental II, ele o 4º ano do Fundamental I. Eles se cruzaram em uma lanchonete na Zona Sul de João Pessoa. A adolescente estava lanchando com a mãe quando o menino chegou sozinho com uma caixa de jujuba na mão. Ele logo se aproximou da mesa em que estavam mãe e filha, cumprimentou com uma boa noite e curvou-se diante das duas como os cavalheiros de antigamente faziam diante das damas.

Na mesa ao lado, acompanhei a reação da garota branca, de traços afilados, bem nutrida, cabelos e pele bem tratados perante o menino franzino, negro, com os olhos vermelhos e caídos e que não parava de abrir a boca de tanto sono.

“As senhoras poderiam me ajudar comprando um pacote de jujuba?’’, perguntou o garoto. Com o olhar fixo no pequeno, a mocinha quase que fez um raio X do menino. “A senhora pode comprar, mãe?”, perguntou. A mãe atendeu, mas não passou o dinheiro direto para o vendedor. Deu a filha e ela fez o pagamento. Satisfeito com a venda, o garoto agradeceu e logo foi para outra mesa. Na hora, a menina comentou: “Essa hora, esse menino sozinho na rua. Era para ele estar em casa”.

Esse comentário fez com que a mãe chamasse o menino de volta e as duas crianças conversaram por alguns minutos e a menina logo descobriu que o apurado da noite serviria para a compra do almoço do dia seguinte. O triste é que esse não é um fato isolado. Pior, é ver que nos dias de hoje ainda tem crianças que passam fome, não têm acesso a educação e são obrigadas a se expor a situações de risco. É preciso repensar conceitos…

Alfinetada

Do senador Cássio Cunha Lima: “Eu aprendi que quem sabe pedir, tem que saber agradecer. E, não, ficar com essa postura atrasada”. A alfinetada foi direcionada ao governador Ricardo Coutinho, que criticou o atraso na liberação dos recursos para o Viaduto do Geisel, assim como a ‘vistoria’ feito pelo ministro Bruno Araújo.

À vontade 1

Para quem achou que o ministro das Cidades, Bruno Araújo, iria polemizar sobre a ausência do governador Ricardo Coutinho na visita ao Viaduto do Geisel, deu “ré pra trás”. O ministro fez a vistoria “indo e voltando”.

À vontade 2

Ainda por cima escoltado pelo prefeito Luciano Cartaxo, que mostrou a obra, pelo vice eleito Manoel Júnior e o senador Cássio Cunha Lima.

Oposições à frente

A Frente das Oposições obteve uma vitória expressiva. Segundo Cássio Cunha Lima, os partidos vão governar 71% da população do Estado. “É uma onda de mudança e de transformação”, disse o tucano.

Haja promessa

O ministro Bruno Araújo declarou que os recursos prometidos a prefeitos e governadores, pelo Governo Dilma, equivaleria a 40 anos de orçamento.

Título de cidadão

O desembargador Marcos Cavalcanti, presidente do TJPB, é o mais novo cidadão de Cajazeiras, cujo título recebeu em solenidade na Câmara Municipal, ontem à noite. A propositura foi do vereador Marcos Barros de Souza. Antes de chegar a Cajazeiras, o magistrado visitou os Fóruns Soledade e Juazeirinho

Tota Guedes…

Tota Guedes, ex-prefeito de Pedra Lavrada, foi eleito para mais um mandato à frente da Famup. O estranho é que foi chapa única. Será que os prefeitos eleitos sabiam da eleição ou passaram batido?

…na Famup

Tota garante que a eleição não foi antecipada. mas quando eu penso em representatividade de categoria, ex-prefeito não representa prefeito.

Reforma…

A Câmara Municipal de João Pessoa comemora, até o próximo dia 4, a Semana da Reforma Protestante. E discutirá a “redução das violações aos direitos humanos”, segundo o Setor de Cerimonial da Casa

…protestante

A Reforma Protestante foi aconteceu após a Idade Média, quando o povo começou a questionar o que era imposto pela Igreja Católica”.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.