Início Geral

Ricardo Coutinho diz que espera disputa limpa, mas n?o deixar? ataque sem resposta

O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista exclusiva ao programa ‘Correio da Manhã’, da 98FM, nesta quinta-feira (24), afirmou que espera uma disputa pelo Governo do Estado de forma “limpa e respeitosa”. Segundo ele, nenhuma acusação ficará sem resposta. “O Estado não pode retroceder. Quero uma disputa limpa, uma campanha da verdade. A cada mentira que se coloque contra mim, uma verdade será dita.E a verdade liberta!”, enfatizou.
 
O governador Ricardo Coutinho disse que foi o PSDB quem lhe perdeu e não o contrário. “Da mesma forma que podem dizer que perdi o PSDB, posso dizer que o PSDB me perdeu”, salientou.

Para Ricardo, a atuação da bancada federal paraibana é muito limitada. O governador queixou-se de que a Paraíba recebeu menos do que merece. “Se não fosse o investimento que tenho feito estaria feita a desgraça”, lamentou.

O governador destacou que a Paraíba já teve dias melhores. “No meu governo, a capacidade de investimento da Paraíba passou de R$ 230 milhões para R$ 7 bilhões. Cresceu 35 vezes. E servidores não tiveram de fazer empréstimos para receber os próprios salários”, argumentou.

Ricardo disse, ainda, ser uma ‘bobagem’ falar que ele não aceita o contraditório. “Sou o governador que mais dialogou. Ele frisou que amanhã estará na região de Catolé do Rocha, na cidade de São Bento, para mais uma plenária do Orçamento Democrático, onde tem contato direto com representantes da sociedade. “Já dialoguei com mais de 120 mil pessoas nesta gestão [em plenárias]. Sou o governador da democracia participativa. Essa é a verdade. Agora, eu governo o Estado e não uma folha de pessoal. Tenho que olhar para o pequeno agricultor, para os idosos, para as mães. Sou o governador de todo mundo”, disse.

Segundo Ricardo Coutinho, “tem uma meia dúzia encastelada em suas entidades, falando mal do governador”. E arrematou: “Para eles, o meu silêncio”.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.