Início Notícias

Ricardo nega possibilidade de baixar imposto sobre o combustível

O governador Ricardo Coutinho (PSB), durante solenidade do Projeto Acolher, nesta quarta-feira (23), comentou com a imprensa sobre o aumento no preço dos combustíveis que vem, pelo terceiro dia consecutivo, levando caminhoneiros e diversas categorias de motoristas às rodovias e ruas das cidades para protestar.

Desta vez, a situação recaiu sobre o governador que vem sendo cobrado por vereadores de João Pessoa para aplicar uma redução na alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no preço dos combustíveis praticado no estado. Essa redução é apontada como uma possível solução para resolver a situação caótica dos paraibanos.

Ricardo Coutinho explicou que não é possível uma medida como essa ser tomada pelo governo estadual. “Como é que você tem uma política que é do Governo Federal e alguém coloca a culpa nos Estados?”, indagou culpando o presidente Michel Temer (MDB) pelo caos no país.

O governador ressaltou ainda que o Estado está no limite, mantendo seu nível de investimento dentro do possível. “É preciso que a gente compreenda que os Estados estão em seus limites. A Paraíba paga dentro do mês trabalhado em nossa gestão, mas não é porque a Paraíba consegue pagar em dia seus compromissos, manter o nível de investimento que o Estado tem capacidade de renunciar a receita, não é justo”, pontuou Coutinho.

O chefe do Executivo Estadual lamentou a situação econômica do país e aproveitou para alfinetar o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV) que não tem se pronunciado sobre as medidas econômicas do Governo Temer.

“Desafio o prefeito de João Pessoa a fazer uma crítica pública sobre o governo Temer. Precisa de posição. A Paraíba está cheio de esperto que não toma posicionamento enquanto isso a população que se vire”, disse Coutinho.

Comentários

  • rosana disse:

    Vc ta certíssimo governador!

  • Aerton campos disse:

    Pague os direitos dos codificados da aréa da saúde seu mala.

  • Elias disse:

    A GREVE É JUSTA, MESMO COM TODOS AS DIFICULDADES.. NINGUÉM SUPORTA MAIS ESSE DESGOVERNO… NINGUÉM ALGUENTA MAIS TANTO IMPOSTOS

  • Alexandre Gonçalves disse:

    Para quem tem DUVIDAS sobre o ICMS, O ICMS NÃO É UM IMPOSTO DO GOVERNO FEDERAL ?
    O ICMS é um IMPOSTO ESTADUAL que o VALOR do IMPOSTO é DETERMINADO PELO GOVERNADOR de cada Estado do Brasil, por isso EXISTEM MUITAS VARIAÇÕES NOS PERCENTUAIS COBRADO EM CADA ESTADO, O COMBUSTÍVEL é um PEODUTO que o GOVERNO DE CADA ESTADO É QUEM DETERMINA O VALOR do ICMS.
    Toda a RESPONSABILIDADE do ICMS da PARAÍBA, É do GOVERNADOR RICARDO COUTINHO, A PESSOA que ESTÁ FALANDO, que o ICMS É PROBLEMA do PRESIDENTE DA REPUBLICA, Está COMPLETAMENTE ERRADO e DESENFORMADO sobre a RESPONSABILIDADE do ICMS.

  • ADRIANO disse:

    SÓ EXISTE UMA SOLUÇÃO PARA O BRASIL E TODOS SABEM QUAL É O CAMINHO , BASTA SOMENTE
    CLAMA!

  • Damício Santana disse:

    Isso é típico de socialistas: Centralizar tudo em suas mãos de forma ditatorial e o povo que trabalhe pra sustentar os luxos dos que estão no poder. Ele sabe que o ICMS contém 16% do VALOR TOTAL do produto, ou seja, é o imposto que MAIS ONERA o valor do combustível. E não abaixa simplesmente por jogo político. O pai de família que vive de salário mínimo e que paga caro pra botar gasolina na sua motinha ou no seu carrinho velho que se EXPLODA. COMUNISTA MALDITO!

  • XXX disse:

    Cara pálida, a política é nacional mas o estado está se beneficiando do aumento. Se a gasolina era R$ 4,00, e com isso o estado arrecadava 1,20 por litro, a gasolina subindo para R$ 4,40, por exemplo, o estado passará a arrecadar R$ 1,32 por litro. Por que o Estado não pode abrir mão desses R$ 0,12? Você é burro ou está se fazendo de doido para tirar proveito da situação?

  • YURI disse:

    Diminuir carga do ICMS Sobre combustível para beneficiar a sociedade em toda não pode, agora criar lei para guarda pessoal de ex-governador, não dialogar com servidores que de tanta defasagem e desvalorização salarial , atualmente recebem salário mínimo isso pode. As falácias desse homem que se esconde atrás do poder e só aparece para se promover e perante aos seus. As eleições estão chegando esse é o recado do povo…

  • Gomes disse:

    Quem critica o governador é pq nao quer enxergar que a política de aumento de combustível cabe ao governo federal.

  • Francisco disse:

    ESTAMOS APOIANDO OS GREVISTAS, DO JEITO QUE ESTÁ NÃO DA PRA FICAR.

  • Francico disse:

    Prefere quebrar o estado do quê diminuir os impostos, mas a mordomia só aumenta.

  • Merickson Alves disse:

    concordo com vc Ricardo Coutinho que isso não é problema do governo e sim desse presidente que está afundando o Brasil.

    • Robson Pacheco disse:

      Cara deixa de ser analfabeto, a estado tem uma fatia de 29% do ICMS sobre o combustível, vai estudar que é melhor do que defender esse Ricardo.

    • Alexandre Gonçalves disse:

      Você é muito DESENFORMADO, desde quando o ICMS é IMPOSTO DO GOVERNO FEDERAL ?
      O ICMS é um IMPOSTO ESTADUAL que o VALOR DO IMPOSTO é DETERMIDA PELO GOVERNO de cada Estado do Brasil, por isso EXISTEM MUITAS VARIAÇÕES NO PERCENTUAL COBRADO EM CADA ESTADO, O COMBUSTÍVEL É UM PRODUTO que O GOVERNO DE CADA ESTADO É QUEM DETERMINA O VALOR COBRADO do ICMS

  • Ricardo disse:

    Pratica contumaz de não fazer o seu papel e culpar outro por suas mazelas.
    Os paraibanos elegeram uma pessoas com tal índole, é lamentável!

  • Robson Pacheco disse:

    Conversa fiada governador, o ICMS da Paraíba é o mais de todo o país, deixe de ser hipócrita.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.