Início Geral

RoboCup: equipe de JP ser? ?nica representante brasileira na categoria ?dan?as dos rob?s?

Nas escolas da rede municipal em João Pessoa, a robótica está atraindo a curiosidade dos jovens. Uma equipe da escola Apolônio Sales, de Cruz das Armas, vai ser a única representante brasileira na categoria “dança de robôs” na RoboCup Junior, competição dentro da RoboCup, que começou nesse sábado (19) no Centro de Convenções em João Pessoa.

Leia mais Notícias do Portal Correio

A apresentação do grupo, que acontece às 8h desta segunda-feira (21), vai mostrar os ritmos musicais do Brasil, como o samba, o forró e o frevo, com robôs vestidos a caráter e dançando ao som da música junto com os estudantes. “Eles estão se esforçando muito. Este ano vamos competir com alunos de 45 países, a responsabilidade é grande”, disse a diretora da escola, Maria Elizabeth Rodrigues. Ano passado, a escola já tinha sido vencedora da categoria Júnior (12 a 14 anos) da Olimpíada Brasileira de Robótica.

Leia também:

Robocup reúne estrangeiros de 45 países em João Pessoa

Robocup tem participação de estudantes da rede estadual de ensino

Sem mordidas, nem choro no hino, robôs disputam copa do mundo em João Pessoa

Plano especial envolve 500 policiais na segurança da RoboCup 2014 em João Pessoa

RoboCup 2014 é aberta neste domingo em JP para participantes e convidados

RoboCup 2014 deve injetar cerca de R$ 20 milhões na economia de João Pessoa

 Para um dos participantes da equipe, o estudante do 7º ano Aleff Matheus Ferreira, 12 anos, aprender ficou mais divertido com a montagem dos robôs. “Montamos os robôs com módulos de construção e algumas peças recicláveis. A gente aprende muito matemática para saber o tamanho que a peça vai ficar e aprendi também como programar um robô. A gente se diverte”, disse o garoto. Ele e mais seis colegas da equipe foram responsáveis por montar a robô “Lucy”, que vai representar a porta-bandeira de uma escola de samba. A aplicação dos alunos tem surtido efeito na sala de aula, segundo a diretora do Apolônia Sales. “Melhorou a questão do comportamento dos alunos. Tem uns que são bem danados, não prestavam atenção nas aulas, tem dado resultado em relação a isso”, disse Maria Elizabeth.

As escolas estaduais também têm um programa de ensino da robótica presente em 150 escolas de 98 municípios. Segundo o coordenador de robótica educacional da Secretaria Estadual de Educação, Gustavo Amorim, o programa do governo estadual começou no ano passado e utiliza os conceitos da robótica para explorar assuntos de matemática, física e química. “O programa começou em 2013 em virtude do déficit nessas disciplinas, segundo o Ideb”, justificou o gestor.

Cada uma das escolas recebeu um kit com modelos de robôs a serem montados, mas algumas escolas tem optado por montar os seus próprios robôs, segundo Gustavo. O envolvimento dos estudantes levou a Paraíba a ser o segundo estado do Brasil com maior número de inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica, com 255 equipes formadas por alunos de ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas – 112 equipes de 44 escolas estaduais e 33 municipais. “Os alunos tem melhorado o desempenho (nas matérias). Tem sido uma ferramenta que dá resultado e a nossa perspectiva é de ampliar o programa para mais escolas da rede estadual. Está despertando a autonomia dos alunos, o interesse nas ciências exatas e muitos descobrem vocação para carreiras como a mecânica”, afirmou.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.