ronda-maria-da-penha-e-lancada-e-promete-mais-seguranca-a-mulheres
Mulheres vão receber número de WhatsApp. (Foto: Divulgação/Secom-JP)

‘Ronda Maria da Penha’ promete mais segurança a mulheres

Vítimas vão receber um número de telefone (com Whatsapp) para entrar em contato com a Ronda caso se sintam ameaçadas

615
COMPARTILHE

O prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo lançou na manhã desta segunda-feira (11) a Ronda Maria da Penha. O objetivo da ideia é fazer um acompanhamento e monitoramento daquelas mulheres que estão com medidas protetivas expedidas pela Justiça. Em parceria entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e o Tribunal de Justiça do Estado, esse novo serviço deverá encorajar outras mulheres a denunciarem as agressões para também serem acolhidas e protegidas pela equipe da ronda.

O trabalho é realizado pela Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres e Guarda Municipal. Segundo explicou a secretária Lídia Moura, após o agressor ser notificado pela Justiça da medida protetiva que o impede de se aproximar da vítima, uma equipe multidisciplinar, envolvendo a Guarda Municipal, advogados e assistentes sociais da SEPPM, irá entrar em contato com a vítima para que ela autorize o acompanhamento da ronda. A mulher receberá visitas periódicas e será monitorada tanto presencialmente como por telefone.

As vítimas vão receber um número de telefone (com Whatsapp) para entrar em contato com a Ronda caso se sintam ameaçadas. “Com isso, a Ronda ficará por perto e se nós encontrarmos o agressor, a Guarda Municipal vai acionar a Polícia Militar por meio do Ciop e comunicará à Justiça que houve o descumprimento da medida judicial. Acreditamos que com isso o agressor tenderá a se afastar da mulher. E se ele for apanhado, vai haver a denúncia e ele pode ser preso”, disse a secretária. Segundo ela explicou, muitas vezes após ser denunciado, o agressor volta ainda mais violento.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas