Início Geral

Sa?de faz campanha para alertar popula??o sobre o c?ncer de boca, em Campina Grande

Dentistas da rede pública de saúde de Campina Grande vão participar de uma capacitação para identificar precocemente casos de câncer bucal e estimular a prevenção entre os pacientes. O treinamento vai acontecer nos dias 29 e 30 de abril, no auditório do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais – Ipsem, no bairro do Alto Branco. A atividade faz parte da etapa preparatória para a campanha de detecção precoce do câncer de boca, que será realizada nos próximos meses pela Secretaria Municipal de Saúde.

Ao todo, 54 cirurgiões-dentistas que atuam nas Unidades Básicas de Saúde – UBS deverão participar da capacitação. Sete desses profissionais serão selecionados para participar de um curso de qualificação, que será promovido em parceria com o Departamento de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba – UEPB. A ideia é que eles possam atuar como agentes multiplicadores das informações sobre a prevenção da doença, divididos nas áreas correspondentes aos distritos sanitários da cidade.

Segundo a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Cassandra Lima, o objetivo da campanha é aumentar os índices de diagnóstico precoce do câncer bucal através da identificação de lesões que indicam a presença da doença em fase inicial. “Quando diagnosticado precocemente, o câncer bucal apresenta um bom prognóstico de cura”, explicou.

Ainda de acordo com a coordenadora, o ponto alto da mobilização está previsto para acontecer entre os meses de junho e julho deste ano, com a realização de exames clínicos e atividades educativas entre a população. “Para isso, vamos unir cirurgiões-dentistas, auxiliares de saúde bucal, agentes comunitários e demais profissionais de saúde para desenvolvermos as ações”, garantiu.

Alerta

Mais de 14 mil novos casos de câncer de boca devem ser registrados no Brasil, este ano, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer – Inca. A doença ocorre com mais frequência entre os homens com idade superior aos 40 anos. O hábito de beber e fumar aumenta em 35 vezes o risco para desenvolvimento desse tipo de câncer.

Outro dado que chama atenção é que o câncer de boca relacionada à infecção pelo HPV (Papiloma Vírus Humano) tem aumentado entre adultos e jovens em ambos os sexos. Parte desse crescimento pode ser atribuída a mudanças no comportamento sexual. A Organização Mundial da Saúde – OMS reconhece que a prevenção e a detecção precoce são decisivas para o controle da doença.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.