Início Notícias

Saída do PRTB da base de Ricardo pode acabar na Justiça

A saída do PRTB da base do governador Ricardo Coutinho (PSB) pode acabar indo parar na Justiça. Isso porque, segundo o presidente estadual do partido, Fábio Carneiro, pouco tempo depois de entregar a carta de demissão no Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran), a sala a qual ocupava foi lacrada e dois guardas foram colocados no local para impedir sua entrada. Fábio era diretor administrativo do órgão e a exoneração dele já foi publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (16).

“Pouco tempo depois recebi as fotos e a informação de que o gabinete onde eu trabalhava estava totalmente lacrado e com seguranças para impedir a minha entrada”, contou.

Seguranças foram colocados na porta da sala (Foto: Reprodução WhatsApp)

Ele garantiu que irá buscar a justiça para que a atitude seja explicada. “Irei entrar com uma interpelação judicial nos próximos dias para saber o motivo da medida desesperada e denunciar um flagrante constrangimento ilegal a um servidor público”, afirmou Carneiro.

Tudo isso aconteceu depois que o PRTB anunciou a saída da base de apoio ao governo estadual e firmou aliança com a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo. De acordo com Fábio Carneiro, a carta de demissão do cargo que ocupava há três anos e meio foi entregue a Superintendência do Detran às 10h e quatro horas depois o partido anunciou o rompimento com o Governo e apoio a Lucélio Cartaxo.

Fábio lembrou que não é comum um partido deixar o governo e passar a integrar a oposição, mas ressaltou que o direcionamento foi decidido pela executiva estadual com o aval da direção nacional.

O presidente Estadual do PRTB também destacou que “a sigla conta com 46 pré-candidatos a estadual e seis para federal”, observou. Em breve, a legenda irá confirmar a chapa proporcional. “Esse é um compromisso com um novo momento para a Paraíba”, disse.

Detran

O Detran se manifestou e disse, em nota, que a medida foi protocolada pela corregedoria para preservar a documentação. Leia na íntegra:

A Superintendência do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba manifesta a sua posição contrária às recentes declarações do ex-diretor administrativo Fabio Carneiro, vinculadas em alguns portais de notícias, sobre a suposta recusa à sua entrada na repartição pública. É importante frisar que não há nenhum documento protocolado na Superintendência a cerca do seu pedido de exoneração. Ao contrário, a decisão do ex-diretor foi anunciada em rádio, sem o devido cuidado cabível à qualquer agente público. Ademais, a medida adotada foi uma iniciativa da corregedoria do órgão para a devida preservação da documentação da diretoria administrativa. Sem mais, nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.