Início Geral

Sala de Situação do Estado registra mais de mil denúncias de focos do Aedes aegypti

A Sala de Situação Estadual, da Secretaria da Saúde, registrou até o momento 1096 denúncias em 52 municípios paraibanos sobre possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya. As denúncias chegam à Sala através do ‘Aedes na Mira’, aplicativo desenvolvido por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata), para celulares e outros dispositivos móveis; pela central de atendimento e redes sociais. A Sala de Situação funciona no Espaço Cultural, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, com a presença de representantes da Gerência de Vigilância Ambiental, da SES; Defesa Civil; Polícia Militar; Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com levantamento da Sala de Situação, das 1096 denúncias, 359 foram referentes a lixo; 228 de depósitos ao nível do solo (copo, tampa, sacola plástica, bacia, tambor, balde, etc); 179 de caixa d’água elevada; 142 de depósito natural (plantas, folhas, troncos); 105 relacionadas a pneus e 83 referentes a depósito doméstico.

Segundo a técnica da Sala da Situação, Talitha Lira, além de receber as denúncias, também são feitas as orientações de medidas preventivas contra a proliferação do mosquito. “Caso a pessoa que ligue seja gestante ou tenha alguma gestante na família, por exemplo, nós já aproveitamos para dar as orientações necessárias, que são: realizar o pré-natal numa Unidade mais próxima de casa; evitar contatos com pessoas com febre, manchas vermelhas pelo corpo ou com infecção; manter portas e janelas fechadas ou com telas; usar calça e camisa de manga comprida e de cor clara, repelentes indicados para gestantes e que evitem o uso de medicamentos sem orientação médica”, falou.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.