Moeda: Clima: Marés:
Início Economia

Sebrae e Governo do Estado lançam, em Campina Grande, o 34º Salão do Artesanato Paraibano

Foto: EPC/Fabiana Veloso/Divulgação

Técnica milenar utilizada para ornamentar tecidos, fruto do talento e da habilidade com linha e agulha, o bordado será o grande homenageado do 34º Salão do Artesanato Paraibano. Após dois anos de interrupção, por conta da pandemia de Covid-19, o evento, promovido pelo Sebrae Paraíba em parceria com o Governo do Estado, retorna à Campina Grande em formato presencial a partir do dia 8 de junho. 

Com expectativa de reunir 400 expositores, representando as diferentes tipologias de artesanato produzidas em todas as regiões do estado, a 34ª edição do evento foi lançada oficialmente nesta quarta-feira (1º), durante evento promovido no Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Campina Grande, local onde está sendo montada a estrutura para o Salão. 

Durante a cerimônia de lançamento, os organizadores do evento apresentaram aos jornalistas e convidados o layout do Salão e todos os detalhes de sua programação cultural, planejada para atender as expectativas de paraibanos e turistas, ansiosos pela retomada das festas juninas na terra d’O Maior São João do Mundo.  

De acordo com o gerente regional do Sebrae Paraíba em Campina Grande, João Alberto Miranda, o Salão do Artesanato é um evento consolidado na programação junina da cidade, proporcionando visibilidade e valorização para os empreendedores artesãos.

“Existe uma grande expectativa com a retomada dos eventos juninos em Campina Grande, o que oferece aos empreendedores da cidade e da região diversas oportunidades para a geração de negócios, de emprego e de renda extra. Logo, temos certeza de que a nova edição do Salão do Artesanato será um sucesso”, pontuou. 

Ainda falando sobre o evento, a gestora do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), Marielza Rodriguez, ressaltou a contribuição do Salão para a valorização dos artesãos, da preservação da cultura paraibana e para a geração de emprego e renda no estado. “Campina Grande faz parte da história do Salão do Artesanato Paraibano, já que a primeira edição foi realizada na cidade, em 2003. Esse é um evento que a gente entrega para a sociedade com muito amor e com a confiança de que teremos mais uma edição maravilhosa sendo realizada na cidade durante o período junino”, acrescentou.  

Com o tema “Bordados que contam histórias”, o 34º Salão do Artesanato Paraibano será realizado até o dia 3 de julho, funcionando das 15h às 22h. A entrada é gratuita, com arrecadação voluntária de alimentos não perecíveis para posterior doação a instituições filantrópicas.  

Natural de Alagoa Nova, cidade que junto com João Pessoa, Campina Grande, Gurinhém e Serra Redonda possuem maior tradição na arte do bordado, a artesã Eurídice Honorato é uma das homenageadas deste ano.

“O bordado é essencial na minha vida e o Salão do Artesanato é muito importante para nós, artesãos, pois é através dele que nós divulgamos o nosso trabalho. Quanto mais nós vendemos, mais nós trabalhamos e mais pessoas nós conseguimos empregar. Estamos muito felizes com essa homenagem”, afirmou.  

Palavras Chave

Economia

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.