Início Geral

Seca reduz 30% do rebanho na Para?ba e criadores s?o obrigados a vender animais

A estiagem que já ultrapassa dois anos no semiárido paraibano provocou a redução do rebanho bovino no município de Campina Grande em 30%. É o que informa o secretário de Agricultura Fábio Medeiros, ressaltando que a perda não foi motivada por morte dos animais. “Os criadores preferiram vender parte dos seus animais que vinham perdendo peso, por causa da falta de forragem natural e motivados pelo alto preço da ração industrializada”, adiantou o secretário, que é agrônomo, frisando que essa é uma estimativa do IBGE  e da própria Emater da Paraíba, e que os animais foram vendidos a preço 40% inferior. 

Leia mais Notícias no Portal Correio

Apesar da estiagem, o rebanho bovino de Campina Grande, segundo o secretário Fábio Medeiros, ultrapassa os 10 mil animais. Desse total,  4,2 mil começaram ontem a ser vacinados contra a febre aftosa. A segunda etapa da vacinação se estenderá por todo o mês de novembro. A vacinação está sendo aplicada por duas equipes do Programa de Inseminação Artificial da Secretaria de Agricultura. Na primeira  etapa da vacinação, ocorrida em junho de 2014, foram vacinados 3,9 mil animais. 

A vacina é gratuita, contemplando os pequenos e médios criadores de Campina Grande.  Nesta segunda etapa de imunização, segundo Fábio Medeiros, a gratuidade se estende aos criadores cujo plantel atinja até os 100 animais. De acordo com o calendário elaborado pela Secretaria de Agricultura, até o dia 7 de novembro serão vacinados os animais do distrito de Catolé de Vista. De 10 a 14 de novembro, será a vez dos animais criados no distrito de São José da Mata. 

A vacinação prosseguirá na terceira semana de novembro, quando de 17 a 21 serão imunizados contra aftosa os animais do distrito de Galante. De 24 a 28 de novembro, continuarão sendo vacinados os bovinos de Galante da zona urbana de Campina Grande.

Leia matéria completa na edição desta segunda-feira (10) do jornal Correio da Paraíba.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.