Início Geral

Segurança aguarda ser notificada sobre ‘blitze’ de bandidos feitas em João Pessoa

A Secretaria de Segurança Pública da Paraíba informou que, até o momento, não foi notificada oficialmente sobre o pedido do Ministério Público Estadual de investigar uma suposta ‘manzuá feita por bandidos em bairros de João Pessoa. Dois oficiais teriam sido vítimas de bandidos em comunidades da Capital. A assessoria de imprensa garantiu ao Portal Correio que assim que o órgão for notificado, a Polícia Civil irá investigar.

Leia também: MP pede investigação sobre ‘manzuá feita por bandidos em bairros de João Pessoa

Nessa segunda-feira (31), o promotor de Justiça da Promotoria Criminal de João Pessoa, Arlan Costa Barbosa, divulgou nota dizendo ter encaminhado ofício ao secretário de Segurança e Defesa Social do Estado, Cláudio Lima, pedindo a instauração de inquérito policial para investigar a ação de criminosos em comunidades e bairros da capital paraibana, a qual chamou de “manzuá feita por meliantes”.

Leia mais Notícias do Portal Correio 

De acordo com o promotor, um oficial de Justiça informou que, ao intimar um réu na comunidade Patrícia Tomaz, conhecida como Iraque, situada após o bairro Valentina Figueiredo, na Zona Sul de João Pessoa, foi abordado por criminosos, ocasião em que os homens solicitaram toda a documentação dele e realizaram uma revista. “Por sorte, o funcionário público conseguiu fugir do local”, disse o promotor.

Arlan Costa relatou que outro oficial de Justiça, ao realizar uma intimação no bairro do Alto do Mateus, na Zona Oeste da Capital, foi abordado por homens que colocaram uma arma na cabeça dele. “O território onde o oficial foi era domínio do tráfico de drogas. Também nesta situação, segundo o promotor, a vítima conseguiu fugir.

“Seria bom que a polícia diligenciasse visando dar mais segurança para as áreas citadas, a comunidade Patrícia Tomaz e o bairro do Alto do Mateus, haja vista que os meliantes, ao meu ver, estão controlando as citadas comunidades”, destacou Arlan Costa no ofício encaminhado.

Leia
mais notícias em portalcorreio.com.br,
siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.