Início Notícias

Servidor usa ‘estresse’ para justificar abuso contra filha

Um servidor público de 35 anos foi preso nesta quinta-feira (7), em João Pessoa, suspeito de estuprar a filha, que na época do crime (2016) tinha três meses de idade. Os abusos foram praticados na casa onde ele, a ex-companheira e dois filhos moravam na Capital.

Ao Portal Correio, a delegada Joana D’Arc, da Delegacia da Infância e Juventude de João Pessoa, afirmou que os familiares da criança já sabiam sobre os abusos desde a época em que ocorreram, mas não denunciaram o suspeito. A denúncia só ocorreu quando o casal iniciou reaproximação.

“Houve essa tentativa de reaproximação do casal e os familiares tomaram a iniciativa de denunciar o fato com medo de que a menina fosse abusada novamente. Temos provas em vídeo de que ele cometeu os abusos e representamos pela prisão preventiva do suspeito”, afirmou a delegada.

Ainda segundo a delegada, o suspeito afirmou que cometeu o estupro porque estaria ‘estressado’ e que a menina não teria nascido em ‘um bom momento’.

“Ele confessou o crime e me disse que cometeu o estupro em um momento de muito estresse na vida. Ele também disse que a menina teria nascido em um momento indesejado e que acabava descontando na bebê. Nada do que ele falou justifica o crime”, contou a delegada.

Filho também pode ter sido abusado

A delegada também confirmou que um menino de três anos, também filho do casal, pode ter sido abusado pelo suspeito. A situação vai ser averiguada em depoimento da mãe das crianças.

“Vou ouvir a mãe, que mora em Campina Grande. Ela não confiava no esposo e já desconfiava que ele teria feito algo com o menino, mas não tinha provas desse suposto abuso. Agora, vamos aguardar o que a Justiça vai decidir em audiência de custódia para ver se o suspeito permanecerá preso”, concluiu a delegada.

Comentários

  • Fernando Almeida disse:

    Castra ele é liga as trompas dela é, coloca os dois nos respectivos presídios.

  • Jean disse:

    Miserável. Abominável criatura que merecia ser castrado , no mínimo.

  • António disse:

    Diante de tudo esses fatos o rapaz bem intencionado estressado bonzinho fez sem querer esses atos inadmissíveis. Qual será o desfecho dele?

  • Nivaldo Taciano disse:

    Finalmente quem é este lixo, nome e foto a sociedade exige.

  • Jaqueline Marques disse:

    Me sinto mal com esses casos, não consigo imaginar um pai fazer tal atrocidade com a própria filha. Castração química e pena de morte seriam pouco para um doente como esse. O ser “humano” deixou de ser humano há tempos…

  • Junior nery disse:

    Maldito ! Safado

  • Bhairavi disse:

    A mãe é tão safada quanto ele.
    Deveria ser presa também por omissão e contra os dois filhos.
    Ela é 2x culpada, “desconfiava” que o cara abusava já de uma criança, coloca outra no mundo, o cara abusa também e ela (que também é um monstro) não faz nada para proteger os filhos, nem denúncia.
    Uma mãe de verdade teria até matado esse safado.
    Na real, toda a família dela deve ser presa por omissão.
    Bando de covardes.

  • Daniel Oliveira disse:

    Tanto ele tem que pagar pelos crimes cometidos bem como os que ocultaram durante todo esse tempo!!!

  • Iolanda disse:

    Desgraçado

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.