Início Geral

Servidores da Fundac anunciam greve e param a partir da próxima quarta-feira

Os trabalhadores da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice de Almeida’ (Fundac) definiram, em assembleia realizada nesta quinta-feira (13), que vão entrar em greve na próxima quarta (19). A paralisação, segundo a deliberação da categoria, é por tempo indeterminado. Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Em nota divulgada nas redes sociais, o Sindicato dos Trabalhadores da Fundac (Sintac) deu um prazo até o dia 10 de julho para que Secretaria de Desenvolvimento Humano e Fundac se posicionassem favoravelmente sobre a volta dos vales-alimentação no valor de R$ 220, o que não aconteceu. A categoria já tinha recusado a proposta oferecida de R$ 110. O outro pleito dos trabalhadores é em relação à reatualização do Projeto do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR).

“Nessa assembleia estipulamos prazos e se neste período não houvesse resposta positiva para nós, já tínhamos aprovado um indicativo de greve para este mês. Como não recebemos resposta, não sobrou outra alternativa à categoria senão deflagrar o movimento paredista”, justificou Lúcia Brandão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Fundac.

A presidente do Sintac informou também que o início do movimento será marcado por um ato público, reunindo os servidores de todas as unidades de João Pessoa em frente ao Centro de Educacional do Adolescente (CEA), às 8h, para explicar a situação aos familiares dos socioeducandos. A mesma ação está programada também para acontecer no Lar do Garoto, em Campina Grande, onde, recentemente, sete internos morreram em um tumulto.

Pego de surpresa

Em contato com a reportagem do Portal Correio, o presidente da Fundac, Noaldo Meireles, se mostrou bastante surpreso. O dirigente da fundação disse não entender a deflagração da greve, já que havia um acerto prévio entre a classe e a Fundac na última reunião entre as partes.

“Para falar a verdade, eu nem estou sabendo disso. Tivemos um encontro há duas semanas e o acordo estava sendo discutido. Eles tinham encaminhado uma decisão diferente. Não consigo entender”, comentou Noaldo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.