Servidores do HU da Capital entram em greve a partir de segunda-feira

12
COMPARTILHE

Os servidores do Hospital Universitários Lauro Wanderley (HULW), em João Pessoa, decidiram, em assembleia realizada nessa quarta-feira (4), paralisar as atividades a partir da segunda-feira (8). Os técnico-administrativos aderiram à greve nacional das universidades deflagrada no dia 28 de maio.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os 30% de servidores para serviços essenciais serão mantidos em sistema de rodízio. O funcionamento desses serviços será definido em reunião nessa sexta-feira (5). Os pacientes que estão com consultas agendadas devem procurar se informar antes se haverá atendimento ou não. Os atendimentos suspensos durante a greve serão reagendados posteriormente.

Na assembléia, também foi deliberada a criação de uma comissão do comando de greve no próprio hospital para ajudar no encaminhamento das questões pendentes relacionadas à garantia da participação dos servidores do hospital na greve, uma vez que é um direito assegurado na Constituição Federal a todo trabalhador.

Na próxima segunda-feira, o comando local de greve volta a se reunir, às 9h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (Sintes-PB), para avaliar a primeira semana do movimento e elaborar novas atividades de mobilização.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas