Servidores do Judici?rio fazem protesto por aprova??o de aumento

15
COMPARTILHE

Servidores do Judiciário fizeram uma marcha pela Esplanada dos Ministérios e protestaram em frente ao Palácio do Planalto, com o objetivo de pedir o governo para concordar com projetos de lei que aumentam o salário da categoria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Funcionários de diferentes instituições, em quase todas os estados, estão de greve e promoverão amanhã mobilizações para convencer parlamentares a aprovar os projetos de Lei da Câmara 28 e 41, que aumentam o salário em 56%.

De acordo com Eugênia Lacerda, uma das coordenadoras da Federação Nacional dos Servidores do Judiciário, os funcionários estão há quase dez anos sem reposição salarial e a intenção é que o reajuste seja dividido em três anos.

“O presidente do Senado, Renan Calheiros, se comprometeu a pautar os dois projetos amanhã. O governo apresentou 21,3% em quatro anos. Os servidores do Judiciário rechaçaram a proposta, por entender que não repõe a inflação do período”, disse.

Segundo Eugênia, além de uma vigília nas proximidades do Supremo Tribunal Federal, a mobilização envolve atos nesta terça-feira (30) na Praça dos Três Poderes e no Congresso Nacional, visando a acompanhar as votações nas galerias do Senado.

“Não é aumento, é reposição inflacionária. O último plano de cargos e salário aprovado para o Judiciário e para o Ministério Público da União foi em 2006”, cobrou a funcionária do Tribunal Superior Eleitoral.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas