Início Música

Sexteto Tabajara lança disco unindo música regional e erudita

Sexteto Tabajara tem um vasto repertório de interpretação de compositores desconhecidos e mestres consagrados
Foto: Sexteto Tabajara (Divulgação/Thercles Silva)

A banda de música Sexteto Tabajara lança nesta quarta (24) o novo disco instrumental. Composto por nove faixas autorais inéditas, o disco “Danças de Terreiro” reforça a identidade cultural e as influências sonoras nordestinas presentes, principalmente, na Paraíba e em Pernambuco, terras de origem entre os cinco tocadores de metais e o percussionista. O álbum completo vai ser disponibilizado em todas as plataformas de áudio do mundo, extrapolando todas as fronteiras da música paraibana. Ouça aqui.

Entre os ritmos presentes no novo Danças de Terreiro temos cavalo-marinho, ciranda, caboclinho, frevo, baião, coco, xaxado, choro e maracatu. Tudo isso sendo tocado por dois trompetes, trompa, trombone, tuba e percussão.

“Normalmente a gente [do Sexteto Tabajara] atua estreando obras inéditas de diversos gêneros, como também, as ligadas ao repertório do universo das bandas de música, principal escola formadora dos membros do sexteto, mas sempre usamos elementos da cultura brasileira e do folclore nordestino. E é tudo isso que traremos no ‘Danças de Terreiro’”, disse Marlon.

O Sexteto Tabajara tem um vasto repertório de interpretação de compositores desconhecidos e mestres consagrados, visando uma maior divulgação das diversas produções que tocam e no álbum “Danças de Terreiro” não é diferente. No novo disco há faixas em parceria com o Maestro Chiquito, com Beiçola do Cavaco, Adelson Machado e ainda com banda Os Fulano. As outras faixas são produções completas do grupo, sendo a música de trabalho “Danças de Terreiro” assinada pelo trombonista Marlon Barros e as demais pelo trompetista Emanoel Barros. 

A gravação do “Danças de Terreiro” é uma produção da Trato com o estúdio Gota Sonora. A produção musical é de Jader Finamore. Todo o projeto foi contemplado pela lei de emergência cultural, Aldir Blanc, através da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

O grupo

O Sexteto Tabajara é um grupo de câmara fundado em junho de 2014 com o objetivo de desenvolver trabalhos voltados à exploração do repertório de música brasileira para quintetos de metais e percussão.

Os integrantes antes de fundar o grupo, já realizavam diversos trabalhos em atividades musicais na cidade de João Pessoa-PB, dentre elas: Orquestra Sinfônica da Paraíba, Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, Programa de Inclusão Através da Música e das Artes “PRIMA”, entre outros.

Assim, a partir da necessidade de realizar uma apresentação em Condado-PE, decidiram se juntar, e com isso, foi realizada a primeira apresentação do grupo, na programação das festividades do aniversário de 109 anos de fundação da Filarmônica 28 de Junho. 

O grupo vem se apresentando continuamente em cidades do interior da Paraíba e de Pernambuco, além de apresentações em diferentes ambientes, dentre Festivais de Música, Salas de Concerto, eventos artísticos, entre outros. O Sexteto Tabajara interpreta os mais variados gêneros musicais da cultura brasileira, divulgando novas obras para este tipo de formação de música de câmara.

Palavras Chave

Música
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.