Início Geral

Sintur-JP repudia greve de operadores de ônibus e diz que ‘está aberto ao diálogo’

Após a deliberação de motoristas e cobradores que operam em ônibus, nesta quarta-feira (5), de entrarem em greve a partir da madrugada da próxima segunda-feira (10), o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP) se posicionou contra a paralisação. O Sintur-JP repudiou a greve e, em nota, disse estar aberto ao diálogo com as categorias. Comente no fim da matéria.

Leia também: Sindicato dos motoristas anuncia greve de operadores de ônibus em João Pessoa

“O Sintur-JP participou de uma mesa redonda com o Sindicato dos Motoristas a respeito do dissídio dos trabalhadores do setor para uma negociação que ainda não se encerrou e terá continuidade na próxima terça-feira. Mesmo com o setor em crise e com as dificuldades financeiras por que passam as empresas de ônibus não só em João Pessoa, mas em todo o país, o sindicato patronal está aberto ao diálogo e à negociação. O Sintur-JP repudia a decisão de paralisar o trabalho antes mesmo da próxima reunião de negociação já agendada”, avaliou o Sintur-JP, em nota.

Em seu posicionamento oficial, o sindicato também mostrou um estudo nacional que indica que o setor vem sofrendo bastante com a crise econômica.

“Uma pesquisa realizada este ano pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) indica que 29,1% das empresas de ônibus do Brasil convivem com endividamento superior a 40% do faturamento anual e que, 45,3% delas ingressaram em algum programa de recuperação fiscal a partir de 2014. O estudo mostra também que 25,9% das empresas consultadas ficaram sem reajuste anual de tarifas entre 2014 e 2016, enquanto 41,3% não tiveram pelo menos um reajuste tarifário devido nos últimos três anos. Entre 2014 e 2016, 56% das empresas deixaram o setor. Desse total, 16 faliram, 28 fecharam as portas e 12 saíram por não participarem ou por terem perdido uma licitação”, diz a nota.

Segundo o Sintur-JP está em processo uma negociação que vem discutindo um aumento de salário para os operadores. Do outro lado, o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Trânsito no Estado da Paraíba explica que nas reuniões nenhum acordo foi estabelecido em relação ao pleito e, por isso, a greve foi decretada. Segundo a categoria,o transporte coletivo urbano de João Pessoa para de circular a 0h da próxima segunda-feira.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.